Morreu o Lusitano «Xiva» de Bi Valença

Morreu o Lusitano «Xiva» de Bi Valença

Morreu na Indonésia, o garanhão Lusitano «Xiva» vítima de uma cólica fulminante, nesta quinta-feira. «Xiva» (ferro Barata Freixo), montada de Bi Valença, tinha viajado até ao Centro Hípico “JPEC Sentul” em Jacarta, onde ia participar nas provas de Dressage a iniciar amanhã.

O cavalo, que tinha passado no “vet check”, sofreu uma cólica terrível, quando regressava à “boxe”, após o treino.

Para Bi Valença, que está completamente destroçada, «Xuxu» como era carinhosamente conhecido, foi um dos cavalos mais completos e nobres que ela já ensinou. Era o seu orgulho!

Luísa Valença, adquiriu o cavalo em poldro, levou-o para a Tailândia durante um ano e depois instalaram-se na Indonésia. «Xuxu» era o “coqueluche” do picadeiro Hambalang, um lugar paradisíaco no cimo de uma montanha.

Do desbaste ao ensino foi um passo, pois «Xuxu» reunia todas as aptidões que se espera de um cavalo de classe. Era muito típico, com todas as boas características de um Lusitano, mas com as qualidades de um cavalo de desporto, um “Ferrari da Equitação”, dizia quem o montava.

Categorias: Notícias, Sociedade