Cavalhadas de São Pedro reúnem 150 cavaleiros

Cavalhadas de São Pedro reúnem 150 cavaleiros

A tradição voltou a cumprir-se ontem na Ribeira Brava, com os festejos da noite de São Pedro, que tiveram como ponto alto as marchas populares.

Hoje, quarta-feira, cerca de 150 cavaleiros, lanceiros, corneteiros e o rei, trajados a rigor, vão sair à rua, na Ribeira Grande, recuperando a tradição popular das Cavalhadas de São Pedro.

Inspiradas em torneios medievais, as Cavalhadas constituem uma manifestação secular, que é realizada anualmente Ribeira Grande, atraindo milhares de pessoas até aquela cidade da costa Norte de S.Miguel, que esta quarta-feira comemora o seu feriado municipal.

Montados em cavalos e vestidos de branco com capas e faixas vermelhas, o desfile dos cavaleiros inicia-se no Solar de Mafoma, onde são avaliados por um júri, de acordo com o regulamento municipal, seguindo depois, ao som de cornetas, para a Igreja de São Pedro, na Ribeira Seca, onde prestam homenagem ao padroeiro.

As Cavalhadas de S. Pedro realizam-se anualmente na Ribeira Grande, despertando o interesse dos muitos visitantes que afluem, para testemunhar esta celebração.

Saiba + sobre a Ribeira Grande:

A cidade da Ribeira Grande tem o nome originado na ribeira que nasce na montanha da Lagoa do Fogo e que atravessa cidade, foi elevada a cidade em 29 Junho de 1891.

As famosas manifestações religiosas e culturais da cidade, das quais se destacam as Cavalhadas de São Pedro a 29 Junho, e a riqueza de suas igrejas, arquitectura e paisagens naturais emprestam alegria, colorido e uma cultura muito própria a este concelho.

A paisagem e as manifestações da natureza deixam encantado quem visita o concelho.

A Ribeira Grande tem no seu território algumas das atracções paisagísticas que constam no roteiro obrigatório de quem visita São Miguel.