Montar a cavalo – uma garantia de sensações fortes…

Montar a cavalo – uma garantia de sensações fortes…

Foto (c) Pam Cunningham

Montar a cavalo é, muitas vezes, uma garantia de sensações fortes, embora nem sempre como gostaríamos. A prática de qualquer modalidade equestre, poderá implicar uma grande satisfação, mas existem situações em que esta desaparece quase completamente. Se gosta de apostar no seu tempo livre, este código de aposta bonus bet pt é para si.

Situações mais complicadas…

– Quando um cavalo te pisa. O nível de surpresa quando um cavalo te pisa pode ser comparável com a dor produzida. E não estamos a falar de um pequeno e adorável pónei Shetland, estamos a falar de um cavalo de desporto que te pisa num dia frio de Inverno e que apoia grande parte do seu peso no casco, em cima de ti. Em resumo, quando um cavalo te pisa, poderá deixar uma dolorosa recordação na tua memória e no teu dedo…

– Quando dá um coice. Porque estamos distraídos ou porque o cavalo se assustou de repente com alguma coisa, pode acontecer com muita facilidade levares um coice. Não é necessário explicar que a sensação produzida pode ser muito dolorosa, bastante mais do que uma pisadela. Por sorte, é um acidente que não acontece com muita frequência.

 

– Cair em cima de um obstáculo. Todos os cavaleiros já caíram dos seus cavalos, se ainda não aconteceu no passado, irá acontecer seguramente um dia. É verdade que existem quedas ligeiras e pouco dolorosas, mas existem outras que custam mais a esquecer. Aterrar em cima das anteparas ou varas de um obstáculo pode ser muito aparatoso. Mesmo que possa não ter sido doloroso, poderá tornar-se numa memória duradoura.

– Levar uma cabeçada. Durante um pequeno encontro carinhoso, ou ao tirar a ‘selfie’ do dia, pode acontecer que o nosso cavalo não pense da mesma forma que nós. Existem muitas razões possíveis, mas uma cabeçada é uma cabeçada. Apesar de não deixarmos de ser aficionados, não seria a primeira vez que ficaríamos sem um ou dois dentes.

– Quando um cavalo dá uma dentada. Todos conhecemos aquele cavalo mal disposto que tenta atacar as pessoas que passam à frente da boxe. Nesta situação, se estivermos atentos, será difícil que consiga morder. Referimo-nos à situação em que estás a dar um doce a um cavalo e estás distraído com outras coisas. Nesse momento, pode acontecer que o cavalo confunda o teu dedo com o doce que lhe está a dar. Da próxima vez estarás mais atento ao que estás a fazer!

– Apanhar com um ramo de árvore durante o passeio. Não há nada mais relaxante como passear com o teu cavalo para descontrair um pouco e abstrair da rotina e dos problemas. É preciso ter em mente que, até o cavaleiro mais atento poderá ter um momento de distracção e, levar com um ramo na cabeça, certamente que te trará de volta à realidade.

Categorias: Actualidade, Artigos