Stanley Ho paga 7 M€ por cabeça de cavalo em bronze

Stanley Ho paga 7 M€ por cabeça de cavalo em bronze

O magnata dos casinos de Macau e de Lisboa, Stanley Ho, pagou 69 milhões de dólares de Hong Kong (cerca de 6,9 milhões de euros) por uma cabeça de cavalo em bronze da dinastia Ming roubada do Palácio de Verão em Pequim.

A estátua, cuja venda constitui um novo recorde para uma peça de arte chinesa da dinastia Ming, que governou a China entre 1368 e 1644, vai ser doada ao património continental chinês pelo magnata que a adquiriu de um coleccionador de Taiwan após um mês de negociações.

«Estou muito honrado por poder devolver a estátua (a Pequim) como participante do programa de recuperação das relíquias nacionais da China», afirmou Stanley Ho citado pela imprensa de Hong Kong.

O empresário, que no passado comprou outras peças de arte chinesas e as entregou a museus continentais, admitiu a possibilidade de continuar a adquirir arte chinesa para devolver ao país.

A estátua faz parte de uma colecção de 12 cabeças dos animais que integram o zodíaco chinês e foi vendida num leilão da Sotheby´s na antiga colónia britânica e onde continuam por adquirir outras 200 peças de arte continental chinesa.

O leilão das peças de arte chinesas tem sido contestado por departamentos oficiais chineses que recordam que as reliquias foram roubadas por tropas inglesas e francesas durante a segunda guerra do ópio em 1860.

Categorias: Notícias, Sociedade