Resultados: I momento regional do CRAD, TAD e CRADO 2014 – Açores

Resultados: I momento regional do CRAD, TAD e CRADO 2014 – Açores

O I momento regional do CRAD, TAD e CRADO, realizaram-se de forma tripartida, nas capitais dos ex distritos dos Açores, a saber, S. Miguel, Terceira e Faial, que decorreram entre os dias 8 a 16 de Julho.

O II momento do CRAD, TAD e CRADO, será realizado nos dias 1, 2 e 3 de Agosto, na ilha Terceira.

Organizado pela Associação Regional do Desporto Equestre dos Açores (ARDEA), com o apoio da Associação Equestre Micaelense, em S. Miguel, com o CHIT, na Terceira, e com a Associação Hípica Faialense, no Faial, realizaram-se em cada uma das ilhas, três CDNs, a contar para as primeiras provas qualificativas de apuramento para o Campeonato de Portugal, e para a Taca de Portugal.

Participaram conjuntos de São Miguel, Terceira, Graciosa e Faial. As jornadas regionais da TAD e do CRAD têm a categoria de CDN (Concurso de Dressage Nacional) e contam para o apuramento dos cavaleiros da Região Autónoma dos Açores, com vista à participação respectivamente na Final do Campeonato de Portugal (26 e 28/09 Cascais) e na Final da Taça de Portugal (12 e 14/12 Beloura).

Das 6 provas qualificativas programadas, serão contadas para a média final as melhores, sendo que, só poderão participar nas Jornadas Regionais do CRAD e da TAD os cavaleiros que tenham obtido a percentagem mínimas da seguinte forma:

Para o CRAD, tenham obtido nas provas de âmbito local as percentagens iguais ou superiores ao seguinte:

– Iniciados / Juvenis / Veteranos – 55%;
– Juniores / Jovens Cavaleiros / Campeonatos São Jorge / Seniores – 60%.

Calculadas com base na média do somatório das suas 6 (seis) melhores provas de âmbito local, sendo obrigatoriamente, dois resultados obtidos no nível 1, dois resultados obtidos no nível 2 e dois resultados obtido no nível mais elevado do grau que competem.

+ Para a TAD, tenham obtido nas provas de âmbito local 58%, calculado com base na média do somatório das suas 6 (seis) melhores provas, sendo obrigatoriamente, dois resultado obtido no nível 2 e um resultado obtido no nível mais elevado do grau em que competem.

Nas provas de grau internacional são “nível mais elevado” as provas INTERMEDIÁRIA I e GRANDE PRÉMIO ESPECIAL.

Na classificação final das provas de apuramento ao CRADO 2014, na categoria de Juvenis, Andrea Pereira com Sr. Apolo foi a melhor com a média de 63,32%. Na prova Elementar, Carolina Melo com Q-Impetu ficou em primeiro lugar com 61,55%. Na Média, o vencedor foi Rui Ferreira com Be Wander (60,38%. Os três conjuntos ficaram apurados para 2ª Jornada Regional.

No resultado final do CRAD, para apuramento do Campeonato de Portugal da Juventude, nos Iniciados, Afonso Parreira com Distinto do Ilhéu obteve 57,92%, em Juvenis Rodrigo Relvas com Cereja (59,34%) e nos Juniores foi João Nogueira com Zelo do Ilhéu que obteve a melhor média das três provas 64,66%.

Na classificação final das provas de apuramento para a Taça Açores de Dressage, Bárbara Brasil com Maestoso Amena II alcançou as melhores médias nos três dias (65,88%, 62,58% e 64,09%) no nível P1 (4 anos). Na Elementar (5 anos) foi Mariana Pereira com Etica a vencedora. Esta amazona ficou também em segundo lugar com Eternidade.

Na Média (6 anos ou +) Vanessa Silva com Serrano destacou-se com as melhores médias, obteve 64,08%, conseguindo os mínimos para o apuramento.

Na Complementar (7 ou + anos), três conjuntos alcançaram os mínimos, João Nogueira com Zelo do Ilhéu (64,08%), Jessica Mota com Brilhante (61,56%) e Carolina Medeiros com Zagalo (60,43%).

Categorias: Dressage, Notícias