Primeira Peregrinação a cavalo até Santiago

Primeira Peregrinação a cavalo até Santiago

Cavaleiros vão percorrer 192 quilómetros entre a Portela do Homem e a cidade galega.

A primeira peregrinação a cavalo pelo caminho da Geira Romana e dos Arrieiros, que liga Braga a Santiago de Compostela, começa esta terça-feira, dia 10 de outubro, na fronteira de Portela do Homem.

O objetivo é promover o itinerário, também conhecido como Caminho Jacobeu Minhoto Ribeiro, que as associações do Caminho Jacobeu Minhoto Ribeiro e Codeseda Viva querem “oficializar antes do Ano Santo de 2021”, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA

Nos cinco dias de peregrinação, na distância de 192 quilómetros, os dez cavaleiros participantes entregam nas localidades “material promocional sobre o potencial turístico e a hospitalidade”, usando, como os cavalos, “os símbolos das entidades organizadoras e alusivos às rotas jacobeias”, acrescenta.

A iniciativa, dirigida por Vicente Pereiras Márquez, organizador da Rota Cavalar Salnés-Terra de Montes nos últimos cinco anos e de diferentes peregrinações equestres em caminhos jacobeus, é promovida pelo concelho de «A Estrada» e Associação Rapa das Bestas, de Sabucedo, em colaboração com a Associação Codeseda Viva.

Na terça-feira, cavaleiros e cavalos percorrem o troço entre a fronteira e Castro Laboreiro, na distância de 34 quilómetros, passando pelos municípios de Lobios e Entrimo.

No dia seguinte, chegam a Berán (Leiro), passando pelos municípios de Padrenda, Cortegada, Arnoia, Ribadavia e Beade, após percorrerem 50 quilómetros.

A peregrinação continua na quinta-feira, dia 12, até Soutelo de Montes, pelos municípios de Boborá e Beariz, na distância de 43 quilómetros.

No penúltimo dia da jornada, que terá 50 quilómetros, os peregrinos pernoitam em Cacheiras (Teo), depois de passarem por Sabucedo, Codeseda, Tabeirós, Guimarei, A Estrada, Figueiroa e Pontevea.

No sábado, fazem o caminho, cerca de 15 quilómetros, até à catedral de Santiago

Este itinerário é uma das vias mais antigas que liga o norte de Portugal a Santiago de Compostela e no seu traçado existem oito igrejas, vestígios de sete albergues de peregrinos e seis estâncias termais.