O regresso (tímido) à Dressage nas Lezírias

O regresso (tímido) à Dressage nas Lezírias

Daniel Pinto / Fürst Fritz 10. Fotos (c) Rui Pedro Godinho.

Com todas as atividades desportivas canceladas praticamente desde o início de Março devido à Covid-19, não só em Portugal, como em todo o mundo, as provas equestres fizeram este fim-de-semana um regresso tímido à atividade num período que ainda é complicado. Cerca de 22 conjuntos participaram no CDN e CDR que decorreu no sábado e domingo no Centro Hípico da Companhia das Lezírias.

Daniel Pinto com o cavalo Oldenburg Fürst Fritz 10, de 9 anos, alcançou as melhores médias no Grande Prémio, conseguindo 70,942% no sábado e no domingo 72,754% numa reprise apenas com dois participantes. De recordar que Fürst Fritz 10 (x Fuerst Romancier) participou em provas para Young Riders com Yoann Renaud Pinto no CDI de Lisboa no ano transacto.

Pedro Castro Monteiro com Gurana (2º classificado), conseguiu no sábado e domingo, 67,283% e 67,507%.

Sebastião Lucas Lopes / Inquieto das Lezírias

Na prova Complementar I, apenas com quatro inscritos, Sebastião Lucas Lopes com o Lusitano Inquieto das Lezírias, venceu a reprise no sábado com a média final de 66,752% e no domingo o vencedor foi Diogo Raimundo com Iuca (66,026%). Este conjunto foi 3º classificado no sábado com 62,308%. Sofia Cunha com Biológica ocupou a 2ª posição no sábado (64,103%) e no domingo foi terceira classificada (64,872%).

Confira os resultados AQUI

Categorias: Dressage, Notícias