Jogos Olímpicos sem público estrangeiro

Jogos Olímpicos sem público estrangeiro

Os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio, que deveriam ter tido lugar no ano passado mas que vão decorrer este ano, a partir de 23 de julho, vão ser diferentes de todos os anteriores. Isso já se sabia, devido ao contexto pandémico. Agora chegou a confirmação: o público estrangeiro vai estar proibido. Mesmo os familiares dos atletas não vão poder assistir aos eventos. As entradas no Japão vão ser também dificultadas. A decisão foi confirmada pelo comité olímpico internacional.

“Temos de tomar decisões difíceis, que implicam sacrifícios da parte de todos. Temos também de pedir que compreendam estas decisões difíceis”, disse o presidente do Comité Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach.

Depois daquele que foi o o primeiro adiamento da história dos Jogos Olímpicos, o governo japonês tem feito tudo para que o evento pudesse decorrer este ano. O reforço das medidas de higiene e segurança fez com que o orçamento aumentasse em mais de dois mil milhões de euros. À data do adiamento, estavam inscritos 11 mil atletas de 200 países.