Herpes Vírus Equino: FEI aumenta a rastreabilidade dos cavalos no regresso à competição

Herpes Vírus Equino: FEI aumenta a rastreabilidade dos cavalos no regresso à competição

A Federação Equestre Internacional (FEI) acrescentou novos módulos à FEI HorseApp para monitorizar os principais requisitos obrigatórios nas medidas de Regresso à Competição que permitirão um reinício seguro do desporto internacional no continente europeu, nesta segunda-feira, 12 de abril.

As áreas mais importantes cobertas pelos protocolos de Regresso à Competição, lançados a 30 de março, incluem testes PCR prévios, (apenas para certos eventos designados), monitorização da temperatura dos cavalos, bem como exames mais exaustivos nos procedimentos à chegada. Medidas rigorosas de biossegurança e planos de mitigação, em conformidade com o Regulamento Veterinário da FEI, também fazem parte das medidas de Regresso à Competição.

Estas medidas incluem diversas disposições temporárias que permanecerão em vigor até 30 de maio de 2021, proporcionando uma margem de segurança baseada na ciência para permitir a monitorização de quaisquer outros surtos relacionados. Esta data pode ser prorrogada, se necessário.

“A FEI HorseApp é uma ferramenta crucial para facilitar a rastreabilidade dos cavalos que participam nos eventos da FEI, bem como para a recolha de dados que permitam uma melhor análise de avaliação de risco e uma tomada de decisão informada. É um elemento chave para garantir um retorno seguro à competição e para minimizar o impacto de um surto da doença no futuro”.

A FEI HorseApp será utilizada para carregar os resultados negativos dos testes PCR para eventos designados. Além disso, o Veterinário da FEI que faz o Exame à Chegada irá ler o microchip do cavalo com um leitor ligado via Bluetooth à FEI HorseApp, e irá também registar a temperatura do cavalo na FEI HorseApp.

Nos termos das medidas de Regresso à Competição, todos os cavalos deverão ser oficialmente controlados na Secretaria do Concurso através da FEI HorseApp. Esta medida garante a rastreabilidade caso ocorra um surto de doença.

“As tecnologias orientadas através de dados são uma parte fundamental da solução para a atual pandemia de EHV-1”, disse o Diretor de Informação e Tecnologia Desportiva da FEI Gaspard Dufour.

“Temos sido capazes de utilizar as funcionalidades existentes da FEI HorseApp para monitorizar ativamente o movimento e o estado de saúde dos cavalos e acrescentámos novos módulos que proporcionam um regresso mais seguro à competição.

“Mas o mais importante é que a recolha destes dados quantitativos é fundamental para acompanhar a evolução da doença e permite-nos tomar decisões mais informadas sobre o reinício inteligente e seguro das atividades desportivas equestres”.

A FEI HorseApp está disponível para download na Apple Store e no Google Play para dispositivos Android. A nova versão da FEI Horse App, incluindo os módulos Regresso à Competição, estão agora disponíveis para download.

Consulte as normas para o Regresso à Competição AQUI

Categorias: Internacional, Notícias