Exército suíço testa socorrer cavalos feridos usando helicópteros

Exército suíço testa socorrer cavalos feridos usando helicópteros

A Força Aérea Suíça realizou esta sexta-feira, 9, um teste inédito: um cavalo foi içado por um helicóptero militar e transportado para uma distância considerável. A ideia era saber se a técnica pode ser utilizada para transferir animais feridos ou em stress mais rapidamente para um hospital veterinário.

“O objetivo é transportá-lo para o hospital veterinário ou clínica no tempo máximo de quatro horas”, diz o coronel Stéphane Montavon, chefe do serviço veterinário do exército.

De acordo com o site do exército suíço, os testes foram realizados em parceria com a Faculdade de Veterinária da Universidade de Zurique. Foram testadas cordas de suspensão de diferentes comprimentos e redes especiais.

O primeiro animal teve o corpo quase completamente coberto por uma roupa especial, que também tapava os seus olhos, provavelmente para que ele não entrasse em pânico durante o trajeto. A estratégia parece ter funcionado, já que, apesar de balançar com o vento, o cavalo não demonstrou agitação.

“Estou a transportar um animal vivo, e tenho que levantá-lo bem de início e, em seguida, colocá-lo no solo com cuidado novamente”, salientou o piloto Major Marco Gerig.

Depois de alguns minutos, o cavalo “aterrou” em segurança, e o teste passou para a fase dois: três cavalos foram içados por um helicóptero Super Puma. Desta vez, os animais usavam também protectores de viagem.

Os esforços da Suíça para resgatar cavalos são reconhecidos internacionalmente, diz o diretor de cirurgia equina da Universidade de Zurique, Anton Fürst. Estou feliz com estes testes e com o apoio do exército. “Estamos convencidos de que podemos dar uma contribuição importante para o resgate aéreo por meio destas investigações”.

“Aprendemos muito”, diz Montavon, “fomos capazes de determinar a inclinação ideal e sabemos que não devemos voar a mais de 130 km/h”. Tudo saiu como planeado”. O exército está pronto para resgatar cavalos em situações de stress por helicóptero, se necessário.

Categorias: Maneio, Notícias