Covid-19: COI reitera que Tóquio2020 segue como planeado

Covid-19: COI reitera que Tóquio2020 segue como planeado

O Comité Olímpico Internacional (COI) reiterou hoje o “comprometimento completo” com a realização dos Jogos Olímpicos Tóquio2020 nas datas previstas, de 24 de julho a 09 de agosto, por não existir “necessidade de quaisquer decisões drásticas”.

“O COI continua completamente comprometido com os Jogos Olímpicos Tóquio2020 e, com mais de quatro meses antes do arranque dos Jogos, não há necessidade de quaisquer decisões drásticas neste momento; qualquer especulação será contraproducente”, pode ler-se num comunicado daquele organismo, em resposta a rumores de que o evento será cancelado ou adiado devido à pandemia de Covid-19

Governo japonês asseverou hoje a vontade de realizar os Jogos como previsto, num dia em que o vice-presidente do Comité Olímpico do Japão, Cozo Tashima, testou positivo a Covid-19.

O comunicado surge após reuniões mantidas com federações internacionais de desportos olímpicos, as primeiras entre COI e várias partes interessadas na prova, seguindo-se os comités nacionais, representantes de atletas, Comité Paralímpico Internacional e outras partes, marcadas “para os próximos dias”.

O coronavírus responsável pela pandemia da Covid-19 infectou mais de 180 mil pessoas, das quais mais de 7.000 morreram. Das pessoas infectadas em todo o mundo, mais de 75 mil recuperaram da doença.

O surto começou na China, em dezembro, e espalhou-se por mais de 145 países e territórios, o que levou a Organização Mundial da Saúde a declarar uma situação de pandemia.

Depois da China, que regista a maioria dos casos, a Europa tornou-se o epicentro da pandemia, com mais 67 mil infectados e pelo menos 2.684 mortos, o que levou vários países a adotarem medidas excepcionais, incluindo o regime de quarentena e o encerramento de fronteiras.

Em Portugal há 448 pessoas infetadas, segundo o mais recente boletim diário da Direção-Geral da Saúde, mais 117 do que na segunda-feira, dia em que se registou a primeira morte no país.

Fonte: Lusa

Tags: Tóquio2020