Comunicado – Federação Equestre Portuguesa

Comunicado – Federação Equestre Portuguesa

A Federação Equestre Portuguesa anuncia a sua posição sobre os incidentes ocorridos no passado domingo (18), durante um Concurso Nacional de Dressage, que transcrevemos na integra.

Teve a Federação Equestre Portuguesa conhecimento, através do seu relato público e noticiado, bem como do relatório do Delegado Técnico da FEP e Presidente do Júri do Concurso, dos lamentáveis incidentes ocorridos no passado dia 18 de Março, no decorrer de uma prova do Concurso Nacional de Ensino (CDN), nas instalações do Centro Hípico da Costa do Estoril.

Entende a Direção da FEP deixar e, antes de tudo, um abraço de total solidariedade ao cavaleiro Vasco Mira Godinho e disponibilizar todo o apoio necessário para a sua rápida recuperação, bem como todo o apoio no acionamento judicial dos seus agressores, para que toda a verdade possa ser apurada e os responsáveis diretos e seus mandantes sejam punidos de forma severa e exemplar.

Ao Centro Hípico da Costa do Estoril, na pessoa dos seus responsáveis, a todos os oficiais de competição presentes, a todos os cavaleiros, suas famílias e demais público presente é devida uma palavra de repúdio da FEP pelos factos ocorridos, que não são timbre da nossa modalidade, nem representam a qualidade humana da comunidade equestre.

Vai a FEP desenvolver, de forma serena, procurando a máxima eficácia e com empenho de todos os meios legais ao seu alcance, que o processo de averiguações, já em curso, possa apresentar resultados conclusivos, tão breve quanto possível.

Tem a Direção da FEP a consciência da responsabilidade que lhe cabe no apuramento da verdade e no saneamento definitivo da origem de um clima de destabilização que, de há tempos a esta parte, se tem procurado instalar e de que os acontecimentos de 18 de março são mais uma manifestação.

A Direção da FEP tudo fará para ser digna do mandato conferido pelos seus sócios e pelos agentes desportivos, de modo a que tais situações nunca mais possam ocorrer no seio do nosso desporto.

Todos merecemos muito mais.

 O Presidente”

 

 

Categorias: Dressage, Notícias, Sociedade