Campeonato da Europa de Dressage 2019: 9 Cavalos Lusitanos inscritos

Campeonato da Europa de Dressage 2019: 9 Cavalos Lusitanos inscritos

Maria Caetano (POR) / Coroado

O Campeonato da Europa de Dressage, que tem início hoje, em Roterdão,  e decorrerá até 25 de Agosto, conta este ano com a presença recorde de nove cavalos lusitanos, em representação de cinco países. Os números atestam o bom momento que a raça vive e consagra o trabalho de selecção desenvolvido pelos criadores nos últimos 20 anos.

“A presença de nove lusitanos no Campeonato da Europa é mais um passo na afirmação internacional da raça e é o reconhecimento do trabalho desenvolvido pelos criadores, proprietários, cavaleiros e treinadores no aperfeiçoamento e dinamização daquele que é um dos produtos nacionais de maior prestígio e sucesso internacionais”, sublinha Manuel Paim, presidente da Associação Portuguesa de Criadores do Cavalo Puro Sangue Lusitano (APSL).

Portugal, com quatro lusitanos, a Espanha com dois, e a Estónia, Irlanda e o Luxemburgo, cada uma com um, são as selecções representadas por esta raça, num Campeonato onde está em disputa o apuramento para os três últimos lugares na modalidade, na zona europeia, para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

Também nos Jogos Pan-Americanos, que decorreram de 26 de Julho a 11 de Agosto, em Lima, estiveram presentes sete cavalos lusitanos a representar as equipas do Brasil, que carimbou neste evento o passaporte para Tóquio 2020, México e Argentina, tendo havido três animais da raça na final (Kür Freestyle).

“Portugal tem registado um crescimento notável nesta modalidade. Este é um momento extraordinário para o cavalo lusitano, que começa a assumir-se como um importante player no mundo internacional da Dressage”, destaca Manuel Paim.

Os bons resultados alcançados pela raça são extensíveis às camadas nacionais mais jovens, que têm conquistado este ano vários lugares cimeiros nas mais importantes provas mundiais de Dressage.

Nos últimos anos, o cavalo lusitano tem somado ainda títulos importantes nas disciplinas de Atrelagem e Equitação de Trabalho.

Sobre a APSL – Associação Portuguesa de Criadores do Cavalo Puro Sangue Lusitano

A APSL – Associação Portuguesa de Criadores do Cavalo Puro Sangue Lusitano – Entidade de Utilidade Pública, fundada em 1989, é a responsável pela gestão do Stud-Book da Raça, assegurando a sua pureza étnica e o seu aperfeiçoamento zootécnico e sanitário e a sua divulgação.

O Livro Genealógico da “Raça Puro Sangue Lusitano” (Stud-Book), é pertença do Estado Português – Ministério da Agricultura, é único e funciona em Portugal, país berço da raça.

PR

Resultados – Equipas AQUI

Resultados – Individual

Resultados – Completos