Portugal brilhou no Europeu de Dressage 2017

Portugal brilhou no Europeu de Dressage 2017

Maria Caetano Couceiro / Coroado AR. Fotos © Rui Pedro Godinho

A equipa portuguesa arrebatou um inédito 6.º lugar no Europeu de Dressage em Gotemburgo na Suécia. Num universo de 16 equipas, os conjuntos Lusos marcaram pontos que permitiram deixar para trás equipas com um histórico de mais créditos na disciplina.

Daniel Pinto e o seu Santurion de Massa (Luso Warmblood com 11 anos) pontuaram 72,600% no GP (12.º lugar) e 70,394% no GPS que lhe assegurou um 23.º lugar (com um erro de percurso que lhe valeu uma penalização de 2%). Este mesmo conjunto, no Europeu de 2015 pontuou 69,614% no GP (32.º lugar). A evolução do cavalo é notável, pelo que ficam no ar grandes expectativas para o futuro (Mundial e Jogos Olímpicos).

Daniel Pinto / Santurion de Massa

Maria Caetano estreou o Lusitano Coroado num Europeu (garanhão com 10 anos). O conjunto brilhou e pontuou 70,843% (21.º lugar) no GP e 70,560% no GPS (22.º lugar). De acordo com o comentador da FEI TV, este cavalo revela a preocupação que os criadores Ibéricos tem tido na melhoria da capacidade atlética dos seus cavalos. Assim, e de acordo com o mesmo comentador, ficam em reserva grandes expectativas para a evolução deste conjunto.

Boaventura Freire estreou-se num Europeu com o Hanoveriano de 10 anos Sai Baba Plus. O conjunto pontuou 67,214% no GP (35.º lugar).

Outro estreante foi Vasco Mira Godinho com o Lusitano Bariloche (garanhão de 11 anos). O conjunto pontuou 66,357% no GP (41.º lugar).

O resultado é excelente! Não chega para embandeirar em arco, mas serve de ponto de partida para uma alegria colectiva e evidentemente para arregaçar as mangas e trabalhar afincadamente com o objectivo de chegar às medalhas que estão na fasquia dos 80%.

Acerca de Portugal na Eurodressage (25/08/2017):

Apesar de na verdade não estar na corrida às medalhas, a equipa que neste ano mais impressionou foi sem dúvida Portugal. Os quatro cavaleiros apresentaram cavalos lindamente bem treinados, com um contacto suave, bem sentados na sela e sem perturbarem os seus cavalos. Daniel Pinto, Maria Caetano, Boaventura Freire e Vasco Mira Godinho podem estar bem orgulhosos do seu esforço.

Resultados – Equipas AQUI

Resultados – G.Premio Especial

 

Categorias: Actualidade, Artigos, Dressage