La Biosthetique Sam, a lenda viva do Completo, não voltará a competir (VÍDEO)

La Biosthetique Sam, a lenda viva do Completo, não voltará a competir (VÍDEO)

Michael Jung (GER) / La Biosthetique Sam . Foto (c) Arnd Bronkhorst

O cavaleiro alemão de Concurso Completo, Michael Jung, acaba de tornar publico, que o excepcional La Biosthetique Sam FBW não regressará às pistas. Aos 18 anos, o cavalo passa  a uma merecida reforma. A reforma significa mais tempo livre. Se gosta de apostar no seu tempo livre, este codigo bonus bet365 da aposta é para si.

Sam, era suposto competir pela última vez no CCI4* de Pau em França, na próxima semana, porém Michael Jung viu-se obrigado a cancelar a sua participação. Desde o início deste ano estava previsto que a temporada de 2018 seria a última de La Biosthetique Sam. Décimo classificado no CCI4* de Badminton, Jung teria desejado participar em Aachen antes de retirar o cavalo. Porém, problemas nos cascos do cavalo obrigaram o número 1 do mundo a mudar de ideias.

“Sam está bem, está em forma e trabalha todos os dias. Infelizmente o problema dos cascos tem-nos feito perder mais tempo do que antecipado. Assim, participar num evento de 4* está fora de questão”, afirmou Michael Jung à revista alemã Reiterjournal.

O MELHOR CAVALO NA HISTÓRIA DA DISCIPLINA

Os elogios nunca são demais quando se trata de Sam. Qualquer pessoa que o tenha visto em competição nunca o esquecerá; os seus olhos expressivos e a sua atitude guerreira que manteve intacta com o passar dos anos não deixam ninguém indiferente. O seu palmarés é quase inigualável.

Segundo classificado no Campeonato do Mundo de Cavalos Novos em Lion d’Angers com 6 e 7 anos. Em 2008 brilha nos CIC3*, conseguindo vários pódios antes de vencer Wiesbaden pela primeira vez em Maio de 2009. Com 9 anos disputa os Campeonatos da Europa de Fontainebleau e arrebata a medalha de bronze individual, a primeira de uma longa lista.

Após um 2010 espectacular, Sam parte para os Jogos Equestres Mundiais de Kentucky e conquista o ouro individual. No ano seguinte Sam vence três dos quatro concursos antes de receber a medalha de ouro no Campeonato da Europa de Completo em Luhmuhlen. A história repete-se e no ano seguinte Jung e Sam conquistam o ouro individual e por equipas. Vencem Badminton em 2013, e o CICO3* de Strzegom no ano seguinte. Uma pequena lesão impede o conjunto de defender o titulo de Campeão do Mundo nos J.E. Mundiais da Normandia. Michael Jung que era suposto disputar os J.O. do Rio com Fischer Takinou, acabaria por montar Sam. Mais uma vez, este conjunto conquista a medalha de ouro individual e prata por equipas nas Olimpíadas.

VENDIDO POR €8.000 NUM LEILÃO

Com dois anos e meio o cavalo foi considerado “sem interesse e com uma cabeça grande” chumba na aprovação de garanhões em Körung, Alemanha. Passa a fazer parte de um lote de poldros que vai a leilão. “Sam não parecia grande coisa”, afirmou Sabine Kreuter, a sua primeira cavaleira e proprietária que o comprou por €8.000. O futuro “crack” terminaria em último no leilão, quando a maioria dos compradores já se tinham ido embora. Sabine Kreuter desbasta e manda castrar Sam – algo que se arrependeria mais tarde – dado o potencial desportivo que o cavalo veio a demonstrar, sendo avaliado em 2011, em 766.666,66 euros.

Categorias: Actualidade, CCE