Lea Vicens confirma a alternativa no Campo Pequeno

Lea Vicens confirma a alternativa no Campo Pequeno

Até há bem pouco tempo, o mundo da tauromaquia era quase exclusivamente dominado por homens. As excepções, até ao terceiro quartel do século XX, resumem-se praticamente a “La Reverte” (que teve de “mudar de género” para contornar a lei espanhola que proibia as mulheres de tourear e passou a anunciar-se como Agustín Rodriguez) e Conchita Citrón. Depois de 1975 aparecem várias mulheres a tourear a pé e a cavalo, nos vários países de tradição tauromáquica. Hoje em dia, é tão normal ver cartéis em que os artistas são homens e mulheres, como sentir que disputam entre si os lugares de destaque no panorama tauromáquico.

Lea Vicens pertence a esse grupo de artistas que vieram provar que, na tauromaquia como em outros domínios, a arte não tem género. Francesa de nascimento (Nîmes, 22 de Fevereiro de 1985), de muito tenra idade (4 anos apenas) começou a montar a cavalo. Cresceu na Camarga, região do sul de França onde abunda toiros e cavalos. Desenvolveu o gosto e a apetência natural pela equitação e cimentou os seus conhecimentos do cavalo, sobretudo o de toureio, com Mestres da Arte de Marialva e do Rejoneio. Um encontro com o Mestre do Rejoneio Ángel Peralta modificou a sua vida. Instalou-se no rancho que Ángel explora juntamente com o seu irmão Rafael e aí depurou o seu conceito de equitação e aprimorou o seu estilo de rejonear.

A sua estreia deu-se a dois de Outubro, na localidade espanhola de Olemdo (Valladolid) e, cerca de três anos depois (14 de Setembro de 2013), tomava a alternativa na sua Nîmes natal, apadrinhada por Ángel Peralta e Paco Ojeda. De então para cá, tem sido o cimentar de conceitos, o aperfeiçoamento constante e, como consequência, o sucesso que quase sempre sorri a quem é determinado.

A rejoneadora francesa mostra-se ciente da importância das suas próximas actuações, em que se destacam as confirmações de alternativa no Campo Pequeno (Lisboa, 2 de Junho) e em Las Ventas (Madrid, a 4 de Junho).

Categorias: Notícias, Tauromaquia