Doping: Dois anos de suspensão para cavalo com Paracetamol

Doping: Dois anos de suspensão para cavalo com Paracetamol

A cavaleira profissional sul-africana Jeanne Engela, foi suspensa por dois anos, depois de o teste de despistagem de substâncias dopantes realizado ao seu cavalo Chanel Van De Zeshoek, no CSI1* em Polokwane (31 Agosto a 31 de Setembro 2016) ter acusado positivo a Paracetamol.

A Federação Equestre Internacional aplicou ainda à cavaleira uma multa de 2.000 francos suíços e ao pagamento das custas do processo judicial.

Confirmação da FEI AQUI