Criação de cavalos tipo “desenho animado” preocupa veterinários (VÍDEO)

Criação de cavalos tipo “desenho animado” preocupa veterinários (VÍDEO)

El Rey Magnum. Foto (c) Orrion Farms

A tendência de criar animais mais “atraentes”, mesmo que isso prejudique a sua saúde, já chegou aos cavalos. Veterinários estão a alertar para esse risco depois de uma imagem mostrando um poldro semelhante a um desenho animado, tornar-se viral na internet.

As práticas de reprodução extremas já prejudicaram animais no passado – buldogues franceses e pugs, por exemplo, lutam para respirar porque os seus rostos tornaram-se achatados ao longo do tempo para atender aos desígnios humanos.

Os veterinários acreditam que esta prática está agora a acontecer nos cavalos, depois de um criador norte-americano oferecer um poldro árabe para venda com um estranho perfil côncavo, muito parecido com os cavalos dos desenhos animados.

O criador descreveu o cavalo como um passo em direcção à “perfeição”, mas especialistas em equinos advertiram que o animal pode ter dificuldade em respirar.

O especialista em equinos do Reino Unido Tim Greet, da Clínica Veterinária Rossdales, em Newmarket, disse que, embora os árabes fossem conhecidos pelas suas características “côncavas”, o poldro na foto “leva as coisas a um nível ridículo” e disse que a deformação poderá ser ainda pior para um cavalo do que para um cão.

“Cães, como os homens, podem respirar pela boca, mas os cavalos só podem respirar pelo nariz”, disse à revista Veterinary Record. “Eu suspeito que os exercícios seriam definitivamente limitados para este cavalo”.

O poldro de nove meses, chamado El Rey Magnum, foi criado pela Orrion Farms, que se dedica à criação de cavalos árabes em Washington, nos EUA. Desde o lançamento de um vídeo promocional no início deste mês, sob o título “Você não vai acreditar nos seus olhos”, o criador recebeu interesse de todo o mundo.

“Este cavalo é um trampolim para se aproximar da perfeição”, garante o gerente da quinta e conselheiro da Orrion, Doug Leadley. Os veterinários dos EUA que examinaram o poldro afirmam que ele não tem problemas físicos ou respiratórios.

A reacção pública até agora foi divergente. Algumas pessoas comentam que o cavalo é bonito, enquanto outras ficaram horrorizadas. Comentando as imagens, Adele Waters, Editora da publicação Veterinary Record, disse: “O meu primeiro pensamento foi ‘isto é algum truque GCI (efeitos especiais)?’. Muitos veterinários especializados em cavalos tiveram uma reacção semelhante. Mas a verdade é que este é um cavalo real e foi criado para atender aos requisitos de um nicho de mercado que gosta de uma aparência particular. Onde é que isto vai acabar? É assim tão grave para um cavalo parecer um cavalo e não uma personagem de desenho animado?”, questiona Waters.

Jonathan Pycock, especialista em reprodução equina e presidente da British Equine Veterinary Association (BEVA), disse que o cavalo representava uma variação radical do que é normal. Ele advertiu que a forma da cabeça com um nariz achatado “não servia a algum propósito funcional e poderia colocar o cavalo em risco de problemas respiratórios”.

“Embora seja obviamente impossível comentar sobre um animal individual apenas com base em provas fotográficas, qualquer tendência para a criação de formas extremas que possam afectar adversamente as funções normais deve ser condenada, por razões de bem-estar animal”, acrescenta a Dra. Madeleine Campbell, especialista em reprodução equina, especialista em bem-estar e ética animal e directora da Equine Ethics Consultancy. “Isso aplicar-se-ia igualmente à forma da cabeça que poderia comprometer a capacidade de respiração ou alimentação normais, ou por exemplo, a extremos de tamanho animal que possam comprometer a capacidade de um nascimento normal”.

Fonte: The Telegraph

 

Categorias: Notícias, Sociedade