Peregrinação a cavalo termina sábado caminho Braga a Santiago

Peregrinação a cavalo termina sábado caminho Braga a Santiago

A chuva intensa não demoveu os peregrinos que chegam este sábado a Santiago

Os 20 cavaleiros que estão a percorrer o caminho jacobeu entre Braga a Santiago de Compostela, chegam esta manhã de sábado, 31, à capital da Galiza, concretizando, assim, a abertura simbólica da época de peregrinações deste itinerário histórico-cultural.

O grupo de peregrinos a cavalo partiu de Berán, no concelho de Leiró (Espanha), e faz este sábado a última etapa, entre Estrada e Santiago de Compostela. No troço de quinta-feira, cavalos e cavaleiros ficaram em Soutelo de Montes e efectuaram uma paragem em Magros, enquanto esta sexta-feira descansam em Codeseda, antes de pernoitarem em Estrada.

O grupo cumpriu, em 12 de Outubro do ano passado, a distância entre a fronteira de Portela do Homem e a vila termal de Berán, onde agora recomeçou a peregrinação, na quinta-feira, 29.

A peregrinação é organizada pela Associação de Cavaleiros do Deza, com a colaboração da Associação Jacobeia do Caminho Minhoto Ribeiro, e percorre o traçado do Caminho da Geira Romana e dos Arrieiros (ou Minhoto Ribeiro) que liga Braga de Santiago de Compostela, na distância de 240 quilómetros.

“Esta peregrinação equestre [protagonizada por cavaleiros de Lalín] pretende assinalar o início da nova temporada de peregrinações neste caminho histórico-cultural”, explica Abdón Fernandez, presidente da Associação Jacobeia do Caminho Minhoto Ribeiro, que acompanhou os cavaleiros no primeiro troço, até Magros.

A Associação do Caminho Jacobeu Minhoto Ribeiro e a Associação Codeseda Viva coordenam a investigação histórica, patrimonial, do traçado e sobre outros recursos necessários à validação do caminho, um trabalho iniciado em 2009 que pretendem ver reconhecido com a homologação do traçado até ao Ano Santo Jacobeu de 2021.

O Caminho da Geira Romana e dos Arrieiros (ou Minhoto Ribeiro) foram percorridos em 2017 por cem pessoas, estimando-se que o número cresça até 500 no corrente ano.