Um Brexit sem acordo é um galopar de incerteza

Um Brexit sem acordo é um galopar de incerteza

Como será o dia seguinte, se não houver acordo para a saída do Reino Unido da União Europeia? Dia 29 de Março, o Brexit será real. Mas a incerteza mantém-se.

Um trabalho da Sky News dá conta de toda uma indústria (mais uma) que está também à espera, na incerteza. Falamos do mercado de animais de competição, num país onde há um mercado activo nas corridas de cavalos e uma tradição, com medalhas olímpicas, nas provas equestres.

Trata-se de um sector que, embora possa parecer pequeno em termos de dimensão, mexe com somas avultadas de dinheiro, dado que um cavalo de competição pode custar facilmente centenas de milhares de euros.

Explica a “Sky News” que, na sequência de um acordo tripartido, há 26 mil cavalos de competição que todos os anos circulam entre o Reino Unido, a Irlanda, Holanda, França, Alemanha, Itália e Portugal.

A liberdade de movimentos de pessoas, animais e bens continua a ser uma das dúvidas de como serão os procedimentos normais numa eventual saída, sem acordo, dos britânicos da comunidade europeia.

Várias figuras do sector têm alertado as autoridades para a necessidade de mais certezas sobre o processo.

Entretanto, há quem se esteja a precaver. É o caso de Gay Kelleway, antiga ‘jockey’ e actualmente treinadora, que apostou em adquirir já um novo espaço de treino em França, para lá das dúvidas sobre o Brexit poder trabalhar dos dois lados do Canal da Mancha.

Fonte: Pedro Pina

Categorias: Corridas, Notícias, Sociedade