Um bom começo para o trio português em Bruxelas

Um bom começo para o trio português em Bruxelas

Luís Sabino Gonçalves, Francisco Nobre Guedes e Luís Ferreira começaram hoje a disputar as provas do Jumping de Bruxelas, Bélgica.

Com percursos a cargo do norte americano Conrad Homfeld, duas vezes vencedor da Taça do Mundo, medalha de ouro por equipas e de prata individual nos Jogos Olímpicos de Los Angeles, o Jumping de Bruxelas vai distribuir um total de 465.086€ em prize money, sendo que, a maior parte está reservada para o Top Ten (150.000€) e para o Grande Prémio (183.838€) no domingo, 30 de Novembro.

A jornada inaugural composta por sete provas, Bronze Class (2), Silver Class (2) e Gold Class 3 provas, incluindo as seis barras, contou com a participação de cerca de sessenta conjuntos em cada prova.

PROVA Nº 1A – PRIX MR. ROLAND LENGELE – CSI* – FEI 238.2.1 – 1,10M (Bronze Class)

Na primeira prova da jornada a 1,10m do CSI* (Bronze), Luís Ferreira ficou em sétimo com o garanhão de 6 anos Born to Win (x Baloubet du Rouet) terminando com um ponto por excesso de tempo (1/81,05s). Venceu a prova a brasileira Stephanie Macieira com Bon Jovi Domar (0/59,81s), seguida do francês Marwan Lahoud com Buffy C (0/64,47s). A francesa Juliette Dodin foi terceira com Unorina Rose (0/64,85).

Vinte e três conjuntos disputaram esta Tabela A ao cronómetro. Seis conjuntos terminaram sem penalizações.

PROVA Nº 2 – PRIX ECURIES D'ECAUSINNES – CSI2* – FEI 238.2.1 – 1,35m (Silver Class)

Dos 67 conjuntos que alinharam para disputar esta Tabela A ao cronómetro, apenas 18 fizeram uma prova sem faltas.

Boa prestação de Francisco Nobre Guedes ao classificar-se em 7º lugar com For Paddy (0/63,36s). Luís Sabino penalizou 4 pontos com Inchala d'en Haut, terminaram no 28º lugar.

Venceu a prova o francês Nicolas Paillot com Wilderer (0/58,25s), seguido do seu compatriota Igor Kawiak com Ricardo (0/58,94s).O belga Jerome Guery foi terceiro com Ramiro de Bellevue (0/59,36s).

PROVA Nº 4 – PRIX SOFITEL BRUSSELS LE LOUISE – CSI2* – FEI 238.2.2 – 1,45m (Silver Class)

Numa prova em que participaram 66 conjuntos, Luís Sabino Gonçalves teve um bom desempenho com o irlandês de 9 anos Gowla Go n Go ao superarem a prova com um duplo percurso sem faltas, classificaram-se em 6º lugar (0/0-40,19s). Um bom resultado considerando que só 15 conjuntos ficaram apurados para a barrage. No desempate dez conjuntos terminaram a prova sem penalizações.

A vitória pertenceu ao irlandês Damien Dixon com Joys Mouche (0/0-37,19s), seguido do brasileiro Thiago Ribas da Costa com Langane de Lauby (0/0-37,29s). Jamal Rahimov do Azerbaijão foi terceiro com Aramis (0/0-38,01s).

PROVA Nº 5 – PRIX CATHERINE DE BUYL INSURANCE – CSI5* – DUAS FASES – 1,45M (Gold Class)

Montando o garanhão belga de 13 anos Tauber VH Kapelhof, Ludo Philippaerts foi o vencedor da prova grande do CSI5* (Gold Class), disputada em duas fases (0/0-28,05s). O italiano Gianni Govoni foi segundo com Zamar Love Affair (0/0-28,64s), seguido do holandês Harrie Smolders que montou Riovanna (0/0-28,73s). Dos 46 conjuntos à partida, apenas 16 terminaram as duas fases sem penalizações.

PROVA nº 6 – PRIX RIO – 6 BARRAS

Depois de saltarem sem faltas quatro desempates, Ludger Beerbaum com Coupe de Cour e Hubert Bourdy com Victory DA, partilharam o primeiro lugar nas Seis Barras do CSI5* de Bruxelas, prova que encerrou a jornada inaugural.

Seguiram-se em terceiro ex-aequo, Marcus Ehning com For Germany, Marco Kutscher com Collard e Gerco Schroeder com Eurocommerce New Orleans (0/0/0/4).