Pequim quer mudar provas equestres dos J.O.

Pequim quer mudar provas equestres dos J.O.

A Comissão Organizadora dos Jogos Olímpicos de Pequim em 2008, pretende mudar as provas equestres para Hong Kong, localizada a mais de 2 mil quilómetros da capital chinesa.

A organização pretende, com esta alteração, impedir que os cavalos não corram o risco de serem infectados em Pequim. Presentemente, foram detectadas 17 doenças relacionadas com cavalos na capital e em suas redondezas. Consequentemente foi enviada à FEI uma petição.

O secretário-geral do comité organizador, Wang Wei, disse à FEI que a mudança das provas equestres seria necessária por causa das «incertezas de doenças e maiores dificuldades em estabelecer uma área livre de qualquer tipo de problemas relacionados com os cavalos.»

«Eles admitiram que subestimaram o seu poderio veterinário para cuidar dos cavalos em Pequim e apresentaram-nos como alternativa levar as provas para Hong Kong», disse a FEI esta segunda-feira, por meio de nota oficial.

A FEI, no entanto, está contra a ideia. «A assembleia geral da FEI é da opinião que as provas devem ter lugar em Pequim, ao lado dos outros desportos do programa olímpico».

O vice-presidente da FEI, Fredie Serpieri, confirmou a posição. «O comité executivo da FEI é contra a mudança. As repercussões de uma atitude como esta podem ser muito graves para o desporto equestre no futuro».

Hong Kong está localizada a cerca de três horas e meia de voo de Pequim. De momento, as competições estão programadas para ocorrerem no Pequim Country Equestrian Park, a norte da capital, e a 34 quilómetros da Cidade Olímpica.

Caso a alteração seja feita, ela não será inédita na história das Olimpíadas. Em 1956, quando Melbourne foi a sede dos Jogos, por causa das restrições de quarentena na Austrália, os eventos equestres foram disputados em Estocolmo, na Suécia.

Categorias: Internacional, Notícias