Oeste Lusitano 2017: “Iónico FS” o Melhor Exemplar da Feira

Oeste Lusitano 2017: “Iónico FS” o Melhor Exemplar da Feira

"Ionico FS". Foto (c) Armando Mota.

Durante o passado fim-de-semana cerca de 100 mil de pessoas visitaram o VI Festival Oeste Lusitano, no magnífico Parque D. Carlos I, nas Caldas da Rainha, superando novamente as expectativas tanto da Associação de Criadores de Cavalo Puro-Sangue Lusitano do Oeste (ACCPLSO), como da Câmara Municipal das Caldas, principais promotores do evento. Durante os três dias houve (19,20 e 21), para além das várias competições hípicas, decorreram actividades culturais e desportivas.

Na tarde de sábado decorreu o concurso de Modelo e Andamentos que reuniu cerca de 9 poldros e machos PSL de criadores da região cujas provas foram julgadas pelo juiz Rui Almeida da APSL.

Na Classe IV (cavalos de 4 ou mais anos montados) venceu “Ionico FS” (Ohio x Evita por Voejo) de pelagem preta do criador e proprietário Casa Agrícola Ferreira e Sebastião Lda que foi eleito o melhor exemplar da feira sendo que, não foram atribuídas medalhas.

Na noite de sábado o público cercou o picadeiro Oeste Lusitano, aguardando ansiosamente pelo espectáculo equestre Ecos que trouxe momentos mágicos de coreografia juntando cavalos, dança, luz e música. Um dos pontos altos no sábado foi o fadista Nuno da Câmara Pereira, que apresentou pela primeira vez quatro temas do seu novo disco Belmonte.

Foi no parque de estacionamento da Parada, no Parque Dom Carlos I que decorreu o Concurso de Saltos de Obstáculos especial e Poule de Ensino organizado pela Green Horse que contou com cerca de 140 conjuntos.

Destaque para Gonçalo Ribeiro Pinto que venceu no sábado (ao cronómetro) e no domingo a prova a 1,20m com barrage. Hugo Miguel Carvalho foi segundo e terceiro classificado no sábado montando Notre Dame e Casada S. No domingo Hugo Miguel ocupou o terceiro lugar com Notre Dame e Daniel Garcia Mateus foi segundo classificado com Euro Boy.

O certame, que arrancou na primeira edição com um apoio camarário de 12.500 euros, movimentou este ano um orçamento total de 235 mil euros, dos quais a autarquia comparticipou 95 mil euros.

Resultados – CSN-E AQUI