Morreu «Glock’s Zonik» (VÍDEO)

Morreu «Glock’s Zonik» (VÍDEO)

Edward Gal (HOL) / Glock's Zonik. Foto (c) FEI/Leanjo de Koster DigiShots

O garanhão medalha de prata no Campeonato da Europa, «Glock’s Zonik» foi sacrificado, com 13 anos de idade.

Filho de Blue Hors Zack x Romanov, que foi campeão  com o cavaleiro holandês Edward Gal em 2018 e 2019, sofreu uma lesão grave após uma cirurgia no dia 13 de Julho.

“É inacreditável e tão irreal. Estamos em profundo choque, cheios de tristeza e horror”, pode ler-se na declaração do Glock Horse Performance Centre, proprietários do «Zonik» no FB.

O «Zonik» ficou coxo pouco antes do CHIO Roterdão, [no início de julho] e, após suspeita de um problema com um casco, um exame minucioso detectou uma lesão. Decidimos operá-lo e, para isso, transportámo-lo para a Alemanha, para uma das clínicas veterinárias equinas mais conceituadas do mundo. A operação correu bem mas, na boxe de recuperação, o «Zonik» magoou-se de tal forma, que tivemos que o poupar ao sofrimento. O cavalo tinha partido as duas pernas traseiras.

Criado na Dinamarca por Linette Jaeger, o «Glock’s Zonik» foi campeão dinamarquês de cavalos novos, quando tinha quatro anos, com Andreas Helgstrand, antes de ser vendido a Gaston Glock. Competiu no Campeonato Mundial de Reprodução quando tinha cinco anos, com o cavaleiro Hans Peter Minderhoud, antes de Edward Gal o começar a montar.

Este conjunto estreou-se internacionalmente como vencedor em 2017 e, mais tarde nesse mesmo ano, Edward e Zonik ganharam o Grande Prémio no Olympia. Em 2018, terminaram em oitavo lugar na final da Taça do Mundo, e saíram ainda vitoriosos na prestigiosa etapa da Taça das Nações de Roterdão.

Foram selecionados para a equipa holandesa nos Jogos Equestres Mundiais de 2018 em Tryon, EUA, onde terminaram em sétimo lugar a título individual, tanto no grande prémio como no especial, e levaram a Holanda ao quinto lugar, e à qualificação para as Olimpíadas de Tóquio.

Em 2019, no Campeonato da Europa ganharam a medalha de prata por equipas em casa, terminando em quarto lugar a título individual no Grande Prémio com 78,76% – apenas 0,1% à frente do seu reprodutor, «Blue Hors Zack», que ficou em quinto com Daniel Bachmann Andersen. Edward e Zonik ficaram também em sexto lugar no Grande Prémio Freestyle, totalizando 84,27%.

A última competição do conjunto antes da pandemia do coronavírus – e a última participação como conjunto – foi nas eliminatórias para a Taça do Mundo de Amsterdão, em janeiro de 2021, onde se classificaram em terceiro lugar, com um recorde pessoal de 85%.

Categorias: Dressage, Notícias