«Irenice Horta» deixa Stephex rumo à Irlanda (VÍDEO)

«Irenice Horta» deixa Stephex rumo à Irlanda (VÍDEO)

Lorenzo de Luca (ITA) / Irenice Horta. Foto (c) Stefano Grasso.

Após obter excelentes resultados com o italiano Lorenzo de Luca esta temporada, «Irenic Horta» deixa as boxes da Stephex rumo à Irlanda. Esta égua ruça continuará a sua carreira desportiva montada por Cia O’Connor.

Depois de uma temporada sensacional, esta filha de Erenice Horta, égua que foi montada pela australiana Edwina Tops-Alexander e de Vigo d’Arsouilles, que levou o belga Philippe Lejeune a conquistar a Medalha de Ouro nos JEM em 2010, foi adquirida pelo cavaleiro irlandês Cian O’Connor. É uma grande notícia para Cian, que até agora apenas contava com Good Luck para os internacionais de 5*.

Irenice Horta debutou nas provas de cavalos novos montada pelo alemão Daniel Deusser e passou rapidamente para a cavaleira belga, Zoe Conter, filha do proprietário da Stephex. Entre 2015 e Maio de 2018 foram superando os vários níveis que as levariam as provas de 1,60m. Porém, Zoe sofreu em Maio uma aparatosa queda da égua, passando Irenice Horta a ser montada por Lorenzo de Luca, também ao serviço da Stephex. Este cavaleiro italiano e a égua entenderam-se perfeitamente e em Junho ficaram classificados em 7º lugar no Grande Prémio CSI3* de Bonheiden. Com apenas um derrube na Taça das Nações de Aachen, o conjunto deu nas vistas do seleccionador italiano, Duccio Bartalucci, que voltou a convocá-los para a Taça das Nações de Dublin. Mais uma vez, esta égua belga de 10 anos, derrubou apenas um salto na segunda mão e foi terceira classificada no Grande Prémio, dois dias mais tarde. Foram resultados mais que suficientes para Lorenzo e Irenice Horta viajarem até Tryon.

Se a equipa italiana acabaria eliminada nos Jogos Equestres Mundiais, Lorenzo de Luca e Irenice Horta foram sétimos classificados na final individual. Pouco tempo depois, este conjunto viajou até Doha para a última etapa do Longines Global Champions Tour, tendo conquistado o 4º lugar no Grande Prémio LGCT.