Franceses dominam no CSIO de Gijón: Hugo Carvalho em 12º lugar

Franceses dominam no CSIO de Gijón: Hugo Carvalho em 12º lugar

Arrancou o CSIO5* de Gijón em Espanha, com os franceses a dominarem a jornada inaugural. Assim, Jerome Hurel venceu com Warrior a prova pequena (1,40m), Tabela A, disputada ao cronómetro. O mexicano Santiago Lambre foi segundo classificado com Wasabi e o chileno Samuel Parot com Player de Brocelia fechou o pódio.

O melhor resultado nacional, foi de Hugo Carvalho, que ficou classificado em 12º lugar com Arthos, com uma prova sem faltas em 64,58s. António Vozone com Qunas du Pegullal terminou na 52ª posição (8/68,16s) e Ricardo Gil com Acredo F, ficou em 60º (12/63,86s).

O francês Patrice Delavue, com Carinjo HDC ganhou a prova principal da jornada inaugural (1,50m).

62 Conjuntos saltaram o percurso composto por 13 obstáculos e 16 esforços, que apesar de não apresentar grandes dificuldades, tinha como handicap, o tempo muito limitado. Ficaram apurados quinze conjuntos para o desempate; cinco terminaram com excesso de tempo, e oito conjuntos registaram duplos percursos sem faltas.

O brasileiro Álvaro de Miranda com AD Rahmannshof's Bogeno foi segundo classificado e o holandês Harrie Smolders com Regina Z, alcançou a terceira posição.

Quanto aos participantes portugueses, António Vozone terminou na 44ª posição com Lacy Woman (8/84,17s); 50º Ricardo Gil Santos com Venus C (10/90,42s); 51º Alexandre Mascarenhas de Lemos com Wannahave (10/91,29s) e Ivo Carvalho com Corrabe em 57º lugar (28/98,12s).

Participam no CSIO5* de Gíjon, 195 conjuntos em representação de 20 países, que vão disputar até à próxima terça-feira (02/09), 422 mil euros em prémios.

No sábado realiza-se a Taça das Nações e na terça-feira (03/09), encerra o CSIO de Gijon, com a diputa do Grande Prémio, que vai distribuir 145 mil euros em prémios.