Equitação à Portuguesa poderá ser Património Imaterial da Humanidade

Equitação à Portuguesa poderá ser Património Imaterial da Humanidade

Estão a ser dados passos para que a Equitação à Portuguesa possa vir a ser considerada Património Imaterial da Humanidade.

O administrador da Parques Sintra, entidade que gere a Escola Portuguesa de Arte Equestre, revelou que “a Escola Portuguesa de Arte Equestre em conjunto com a Associação Puro Sangue Lusitano e a Câmara da Golegã querem classificada como Património Imaterial da Humanidade e já a candidatou a isso em 2017”.

Assim é para já necessário que seja colocada na lista de Património Nacional para que depois possa candidatar-se a nível internacional.

De recordar que a equitação francesa tradicional nomeadamente o Cadre Noir de Saumur (2011), assim como a monte clássica e a Alta Escola Espanhola de Viena – Áustria (2015), já foram reconhecidas pela Unesco como “herança cultural imaterial da humanidade”.

Categorias: Nacional, Notícias, Sociedade