Doping: Testes de Saliva para detecção de Cocaína

Doping: Testes de Saliva para detecção de Cocaína

Philip Prince

Está programado o lançamento, pela BHA (British Horse Association), de um novo plano piloto de testes de saliva, que apresenta resultados instantâneos para substâncias proibidas para testar os jockeys, isto após Philip Prince ter sido apanhado com cocaína num teste de drogas.

Quando entrevistado, Prince admitiu ser um consumidor regular de cocaína, tendo consumido três ou quatro vezes para “me levantar”.

Descobriu-se que Prince estava 56 vezes acima do limite permitido para um metabólito da cocaína quando foi recolhida e analisada uma amostra de urina antes de montar em Wolverhampton no ano passado. A sua licença foi suspensa por seis meses pelo conselho disciplinar esta quinta-feira.

Num comunicado divulgado pela Associação Profissional dos Jockeys, Prince, que entrou no programa de reabilitação de drogas “Steps Together”, pediu desculpa a “todos os que dececionei e ao desporto em geral” e destacou a sua determinação em mudar de vida.

A introdução na primavera, do teste de saliva, pela primeira vez na Grã-Bretanha, irá garantir que qualquer cavaleiro que tenha acusado positivo para uma substância proibida será imediatamente suspenso, tal como acontece no caso de falhar num teste feito com um alcoolímetro de sopro, sendo feitos subsequentemente testes ao sangue e urina para fins adicionais de investigação ou disciplinares.