Conheça alguns dos “cracks equinos” de saltos mais ganhadores em 2018

Conheça alguns dos “cracks equinos” de saltos mais ganhadores em 2018

Maikel van der Vleuten / VDL Verdi. Foto (c)Massimo Argenziano

Já é conhecido o ranking elaborado pela Hippomundo que classifica os cavalos de saltos de obstáculos segundo os ganhos amealhados ao longo do ano.

A grande notícia é que as três primeiras posições deste ranking são ocupadas pelos cavalos da equipa Madrid in Motion, vencedora da primeira edição da Global Champions League Prague Super Cup, no princípio do mês de Dezembro.

O veterano Verdi TN (Quidam de Revel) do holandês Maikel van der Vleuten ocupa a primeira posição (€1,434,446). Este cavaleiro ocupa o segundo lugar com mais dinheiro ganho em 2018 atrás de Marcus Ehning. Em segundo lugar está um grande conhecido do público ibérico, o também veterano Rockefeller de Pleville Bois Margot (L’Arc de Triomphe) de Eduardo Álvarez Aznar que integrou a equipa Europa vencedora da Longines Masters Riders Cup em Paris (€1,283,074). Este cavaleiro espanhol foi o terceiro a acumular mais prémios monetários em 2018. Na terceira posição encontra-se Sterrehof’s Calimero (Quidam de Revel), terceiro membro da equipa Madrid in Motion que, montado pelo holandês Marc Houtzager triunfou em Praga (€1,194,809).

Em quarto lugar, segue o garanhão Harley vd Bisschop (Dulf van den Bisschop), que até à final da Taça das Nações Longines em Barcelona havia feito uma grande temporada com o belga Nicola Phillipaerts com o qual ganhou a final do Grande Prémio LGCT do Estoril. Pouco depois da final de Barcelona foi comprado pelo cavaleiro irlandês Bertram Allen. Segue-se Explosion W de oito anos, filho de Chacco-Blue, um dos grandes protagonistas em 2018, vencendo três G.P. LGCT, montado pelo britânico Ben Maher no ano transacto.