Centro Equestre da Huíla forma 50 atletas

Centro Equestre da Huíla forma 50 atletas

O centro equestre da Huíla está desde Janeiro a formar 50 atletas, dos quais dez são crianças com deficiência congénita, na modalidade de hipismo, no quadro do programa de preparação de novos desportistas. nformação foi hoje, segunda-feira, prestada aos jornalistas, no Lubango, pelo instrutor do referido centro, Filipe Barbosa, adiantando que estão inscritos atletas dos seis aos 35 anos, no nível (1), cuja aprendizagem é satisfatória, atendendo ao tempo de trabalho.

Disse que os novos atletas estão a receber aulas nas especialidades de equitação à portuguesa, alta escola, volteio, saltos de obstáculos, dressagem, passeio à cavalo e de charretes, uma formação que tem o tempo de quatro anos.

“O centro equestre da Huíla neste momento está concentrado em vários níveis de ensino de cavalos em alunos, pois estamos a preparar para Agosto uma demonstração na feira agropecuária, no quadro das festas da Senhora do Monte, onde teremos um dia dedicado ao Cavalo”, sublinhou.

Segundo Filipe Barbosa, a intenção é criar cavaleiros adequados e capazes de competir em provas nacionais e internacionais, uma vez que o centro equestre está equipado para o efeito.

Informou que a escola conta com 51 cavalos da espécie Lusitano e funciona com um instrutor e 15 colaboradores, o mesmo está implantado numa área de três hectares e conta com 24 boxes e três picadeiros.

Localizado na cidade do Lubango, o centro equestre da Huíla é um complexo especializado na criação de cavalos lusitanos em Angola, uma das raças mais antigas e versáteis do mundo, e tem como objectivo de desenvolver a cultura e arte equestre.

Categorias: Internacional, Notícias