Cavalos foram destaque na Expolima

Mais de 400 cavalos e uma centena de expositores marcaram presença na 1ª Feira do Cavalo de Ponte de Lima, que decorreu este fim-de-semana no recinto da Expolima. A Feira inaugurou um recinto de 70 mil metros quadrados, com dois picadeiros, com piso preparado para alta competição, constituindo um dos melhores espaços a nível nacional. O recinto dispõe de uma bancada ecológica em relva com capacidade de 5.000 lugares, um parque de estacionamento para 700 viaturas e uma capacidade total para 20.000 pessoas. Do programa fizeram parte provas dos campeonatos nacionais, o Derby (Atrelagem) e de Horseball, provas de Saltos de Obstáculos (6 barras), baptismo a cavalo e espectáculos equestres. A nata das coudelarias portuguesas esteve representada (Criadores do PSL), de raças autóctones do Norte de Portugal, de garranos e de criadores espanhóis. Benavides Otero, de 47 anos, criador de cavalos de pura raça espanhola e proprietário da Agropecuária Las Siete Cruces, em A Toxa, na Galiza, representou na feira, o mundo equestre de Espanha, onde a actividade assume grande importância e arrasta multidões de aficionados. “Se forem tenazes e constantes na organização desta feira, auguro-lhes muito bons resultados. Com certeza que nos próximos anos virá aqui muita gente não só da Galiza como do resto da Espanha”, disse, acrescentando que há que ter atenção que “os cavalos não são só dos “senhoritos”, são um meio económico que move muito trabalho e muito dinheiro”. A organização foi da responsabilidade do Município de Ponte de Lima, Associação Empresarial de Ponte de Lima, Escola Superior Agrária de Ponte de Lima e Centro Equestre.

Categorias: Notícias, Sociedade