Batalha judicial entre emir do Dubai e a princesa Haya da Jordânia

Batalha judicial entre emir do Dubai e a princesa Haya da Jordânia

Foto: (c) Vince Caligiuri

Não é segredo que a Princesa Haya e o Sheik Mohammed sofreram um divórcio litigioso, com a Princesa Haya, irmã do Rei Abdullah da Jordânia, a fugir do Dubai levando consigo os dois filhos menores, Jalila (12 anos), e Zayed (8), após a descoberta do seu caso com o seu guarda-costas, alegadamente com medo da sua vida.

Agora, desde que o divórcio foi finalizado, há uma outra questão a que ambas as partes ainda não chegaram a acordo. Mohammed bin Rashid al-Maktoum, de 70 anos, governante du Dubai, é um importante proprietário e criador de cavalos de corrida multimilionários.

No entanto, e de acordo com alguns relatórios, 16 cavalos pertencem à princesa Haya, de 46 anos, cavaleira de saltos de obstáculos, que já representou a Jordânia nos Jogos Olímpicos de Sidney, em 2000. De acordo com a publicação online “Tatler”, os registos das corridas mostram que o registo de propriedade de pelo menos seis cavalos já mudou várias vezes para o nome da princesa e para o nome do emir, desde que Haya chegou a Londres, em Abril de 2019, pelo que a disputa pela propriedade dos animais ainda não está concluída.

Categorias: Corridas, Notícias, Sociedade