Assim vai o CCE…

Assim vai o CCE…

Realizou-se no passado sábado dia 27 de Outubro, na Herdade da Barroca D´Alva mais um concurso, numa disciplina olímpica que, infelizmente, tem cada vez menos provas no nosso país – O concurso completo de equitação.

Foi num dia “encomendado” para o efeito, que a Família Lupi recebeu quase meia centena de concorrentes. Com percursos técnicos, mas muito bem conseguidos, realizaram-se três níveis de provas: preliminar, 1 estrela e 2 estrelas, com 25, 14 e 7 concorrente respectivamente. Se o bom tempo deu jeito para a realização das provas, já para os pisos… Foi uma pena. Numa pista que “quanto mais chuva melhor”, a falta de água tornou o piso um pouco “duro”…

Com uma organização que já vamos estando habituados, onde o empenho e profissionalismo têm classificação de 5 estrelas, os percursos foram montados pelo Major Lourenço Fernandes Thomaz e pelo Nicholas Melborne Hart, nos obstáculos e cross respectivamente.

O “hábito” está tão presente que até os juízes das provas vão sendo sempre os mesmos. Infelizmente, tem sido uma constante nas poucas provas de CCE que se vêm realizando.

Os resultados das provas foram os seguintes:

Preliminar:
1º Ten Exército Tiago Albergaria Duarte – “Tágide de Mafra”
2º Mª Cabral Barbas – “Shadow”
3º Pedro Figueiredo – “Vampe da Graciosa”

1 Estrela:
1º Ricardo Cabaço – “T-Scarlet”
2º Ten GNR Cristiano – “Talisca do Montenegro”
3º Manuel Grava – “Tanino de Pêramanca”

2 Estrelas:
1º Manuel Grave – “Samaritano”
2º Frederico Froufe Serra – “Ondalou-S”
3º João Duarte Silva –“Urco”