Anti-taurinos prejudicam a Festa Brava

Anti-taurinos prejudicam a Festa Brava

As condições da Praça de Toiros Palha Blanco, os lobbies anti-taurinos e a falta de uma cultura arreigada entre a geração mais jovem estão a afastar a população de Vila Franca de Xira da tradição tauromáquica. Estas foram algumas das conclusões de um jantar entre representantes da câmara, empresários do concelho e actores do mundo tauromáquico que se juntaram na Quinta Municipal da Subserra, em Alhandra, Vila Franca de Xira, para discutir a melhor forma de revitalizar a festa brava no concelho.

A presidente da Câmara de Vila Franca de Xira sente o desinteresse no espectáculo que noutros tempos costumava encher as bancadas da praça da cidade. “No colete encarnado temos sempre muita dificuldade em distribuir os bilhetes para as corridas mesmo quando são de graça”, comentou a autarca.

Os empresários também sentem na pele a influência dos lobbies anti-taurinos. Depois de patrocinar uma corrida de toiros um empresário recebeu telefonemas de empresas a dizer que deixariam de ser parceiros se continuassem a dinamizar este tipo de iniciativas.

Começa no próximo sábado, a Feira Anual de Outubro em Vila Franca de Xira. De sábado a sexta-feira, são muitos os motivos de interesse.

Assim, dia 30 de Setembro às 22h, Vila Franca receberá a sua primeira corrida desta feira, que apresenta como grande triunfo a tão falada ganadaria sevilhana Miura devido à polémica que a envolve. Para lidar os 6 miuras estarão os cavaleiros de alternativa António Ribeiro Telles, um dos triunfadores da presente época, José Manuel Duarte, ribatejano de gema, Marco José um dos bons cavaleiros portugueses que tarda em se afirmar em grandes palcos e Ana Batista a primeira mulher a lidar toiros Miura.

Estarão presentes também talvez os dois melhores cavaleiros praticantes da actualidade, quem sabe os próximos alternantes para a próxima época, são eles Manuel Lupi e João Ribeiro Telles júnior, ambos com grandes prestações na presente temporada tanto em Portugal como na vizinha Espanha. As pegas ficaram a cargo dos Grupos de Forcados Amadores de Santarém e de Vila Franca, dois grupos que se distinguem pelo número de presenças em praça durante a presente época.

Categorias: Notícias, Tauromaquia