Alter International Horse Summit em Abril de 2020

Alter International Horse Summit em Abril de 2020

Este anúncio foi feito hoje, dia em que inicia-se a Feira de São Marcos, e tem por objectivo ajudar a impulsionar ainda mais o fluxo turístico doméstico e internacional e a marca Portugal.

O município pretende também incluir o turismo equestre na vasta oferta turística que Portugal oferece aos seus visitantes.

Em Alter espera-se, assim receber especialistas de referência nacional e internacional para discutir a Economia do Cavalo.

“O Alter International Horse Summit vai receber em Alter do Chão os maiores ‘experts do mundo equestre’, mas também conceituados economistas, empresários e ainda decisores políticos. O cavalo representa lazer, mas também saúde, turismo, desporto e, sem dúvida, economia e emprego”, adianta Francisco Reis, Presidente da Câmara de Alter do Chão. Segundo acrescenta o edil de Alter do Chão, “este projecto vai contribuir para trazer maior centralidade e capacidade de inovação ao Alentejo, funcionando ainda como um exemplo e um pivô para outros municípios que celebram esta tradição centenária.”

Os parceiros já confirmados do Alter Internacional Horse Summit, cujos protocolos formais foram hoje assinados, incluem: Presidência da República, Ministério da Economia, Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Ordem dos Médicos Veterinários, Associação de Médicos Veterinários Equinos, Associação Portuguesa de Criadores do Cavalo Puro Sangue Lusitano, Federação Equestre Portuguesa, Coudelaria de Alter, Start-Up Portugal, EY (ex. Ernst & Young), Câmara de Comércio e Indústria Luso-Brasileira, Câmara de Comércio e Indústria Luso-Alemã, Câmara de Comércio Americana em Portugal, Câmara de Comércio e Indústria Luso-Sul Africana, RTP, Companhia das Lezírias, Turismo Alentejo e Ribatejo, Vila Galé e Grupo A Matos Car.

O projecto tem um investimento aproximado de meio milhão de euros, financiados pelos parceiros viabilizadores, Câmara Municipal de Alter, por via de candidatura ao Programa Valorizar, Turismo do Alentejo e Ribatejo e diversos patrocinadores e parceiros privados.

Com o apoio do programa Revive, iniciativa conjunta dos ministérios da Economia, Agricultura, Cultura e Finanças, a Companhia das Lezírias, a colaboração das autarquias e a coordenação do Turismo de Portugal, Alter do Chão promete ser um município-pivô numa estratégia mais abrangente do país de valorização e dignificação do Turismo Equestre em Portugal, com impactos significativos ao nível de visitantes de diversas proveniências, emprego e valor-marca do país – impactos atualmente em estudo pela consultora EY (ex. Ernst & Young) e que vão ser apresentados em Abril de 2020 no Alter International Horse Summit.

Pela sua natureza e tradição, Alter do Chão é um palco por excelência para o turismo equestre. Referência no panorama desta arte desde o século XVIII, quando o Rei D. João V criou a Coudelaria de Alter e classificou a estirpe puro sangue lusitano Alter Real, esta localidade do Alto Alentejo é um paradigma de como é possível conciliar tradição, inovação, economia e novos mercados.

Fonte: Infocul