A Inglesa E O Marialva

A Inglesa E O Marialva

História verídica, anos 60, amor e tauromaquia são as palavras chaves do romance A Inglesa e o Marialva – Um Amor na Arena, da autoria de Clara Macedo Cabral, editado pela Casa das Letras.

Ginnie Dennistoun, de nome artístico Virginia Montsol, veio para Portugal, nos anos 60, decidida a ser cavaleira tauromáquica e apaixona-se pelo seu mestre Alberto Luís Lopes. O retrato de um Portugal ditador vs a Inglaterra dos Beatles e dos anos rebeldes; a determinação de uma mulher e a paixão entre uma jovem e um homem mais velho são alguns dos apontamentos do romance que faz ainda referência a ilustres famílias portuguesas ligadas ao meio tauromáquico, como é o caso das famílias Cid e Ribeiro Telles.

Esta é a história verídica de uma inglesa apaixonada por cavalos que chegou a Portugal nos anos sessenta com o sonho de aprender a tourear. Determinada, aventureira e apoiada por famílias portuguesas importantes, Ginnie Dennistoun – que escolheria o nome artístico Virginia Montsol – não só venceu todas as barreiras como se tornou uma pequena celebridade no mundo fechado, elitista e masculino dos toiros, arrebatando o público com a sua elegância e beleza.

Na Chamusca do Ribatejo, onde passou a residir, Ginnie viveu em segredo um grande romance com o toureiro que fora seu mestre. Mas como se sentiria esta rapariga de vinte e poucos anos, alternando entre a Inglaterra dos Swinging Sixties, da emancipação da mulher, dos Beatles, da construção de uma sociedade mais igualitária, e o Portugal salazarista, pobre e marialva, onde as mulheres deviam ser obedientes e discretas e a sua relação com um homem mais velho era um escândalo?

A Inglesa e o Marialva narra a vida de uma mulher de coragem que, contra tudo e contra todos, incluindo a própria família, venceu os constrangimentos do mundo em que nascera e, nessa viagem, descobriu verdadeiramente quem era.

O livro alia cartas da biografada, a entrevistas com familiares e amigos, relatos de infância e adolescência, com estórias de vida nos anos 60 e um preâmbulo de “Como Tudo Começou”, em que a autora explica o leitor o início da sua viagem pela vida de Ginnie.

O romance, de 384 páginas, tem um preço de 17,90 euros.

Categorias: Notícias, Novidades, Sociedade