Podem as corridas de cavalos competir contra o jogo online?

Podem as corridas de cavalos competir contra o jogo online?

Texto: Eva Koster

Se estivesse a entrar numa loja de apostas, hoje, poderia esperar ver os apostadores com o nariz enfiado no jornal em jeito de estudo e agarrados aos seus bilhetes de apostas enquanto puxavam pelo 4,30 em Kempton. Infelizmente, na realidade, é mais provável ver os clientes reunidos à volta dos terminais de apostas de probabilidades fixas (FOBT), ou pior ainda – não haver sequer clientes. Isto porque muitos jogadores estão a trocar a rua principal pela conveniência e conforto do casino paypal: enquanto cada vez mais e mais formas de pagamento estão a ser recusadas pelos principais casinos on-line, que têm em conta as nacionalidades dos jogadores, a Pay Pal é, normalmente, aceite como um opção de transferência de fundos rápida e eficaz.

O EFEITO FOBT

FOBT são terminais de apostas onde os clientes podem jogar £100 por jogada, em jogos de roleta, bem como jogar jogos de cartas populares, jogos de slot e corridas de cavalos virtuais. Nunca houve tanta pressão sobre a indústria do jogo no Reino Unido para provar que os FOBT são um caminho seguro para jogar, e, seja qual for a sua opinião na controvérsia dessas máquinas, elas transformaram, inegavelmente, a loja de apostas da rua principal. A indústria das corridas de cavalos luta por manter-se a par desta evolução, à medida que mais pessoas jogam nestas máquinas de apostas altas, e que depois, continuam com o hábito em jogos semelhantes na internet. As apostas ao balcão tradicionais diminuíram significativamente. Os jogadores podem agora aceder a oportunidades de apostas instantaneamente nos seus telemóveis, o que permite aos clientes aceder às suas contas em casa, no trabalho ou no bar local com alguns amigos. Além disso, a popular característica “aposta em jogo” em eventos desportivos é um mercado cada vez maior, que complementa a facilidade de se fazer uma aposta no século XXI .

Há agora, mais do que nunca, menos pessoas a apostar em corridas de cavalos. Mas como é que apostar nos cavalos se pode comparar com a indústria de multiplataformas, rapidíssimas, do jogo online? Poderá esta geração envolver-se em apostas em corridas de cavalos?

TRADIÇÃO

Se perguntar ao tradicional apostador de corridas de cavalos, dir-lhe-á que não há nada como a satisfação de estudar a forma de um cavalo, encontrar o melhor preço, avaliar as condições do dia e escolher um vencedor. Dir-lhe-á mesmo que, se tiver sorte e encontrar dois ou três vencedores, há a possibilidade de acumular ganhos enormes. No entanto, não há dúvida de que este nível de compromisso neste desporto requer tempo e paciência.

A loja de apostas de rua

O jogo online permite-lhe apostar numa ampla variedade de mercados e transferir, facilmente, o seu dinheiro para vários jogos de casino, jogos de slot e póquer. Consegue ver um retorno das suas apostas numa única sessão. Os jogos online também são rápidos e fáceis de aprender, onde os novatos das corridas de cavalos podem ser desculpados por se terem confundido com as várias regras e mudanças de probabilidades.As corridas de cavalos dependem do facto de o cliente ser capaz de assistir ao evento enquanto este decorre para obter a máxima diversão e emoção. A maioria das aplicações de corridas, já oferece a opção de destaques de corridas com cobertura ao vivo, com assinatura extra, mas não podemos escapar ao facto de que a melhor experiência possível em corridas de cavalos ainda vem das lojas de apostas, ou da própria pista.

A INTERFERÊNCIA POLÍTICA

Na semana passada, o Presidente da maior casa de apostas da Grã-Bretanha afirmou que um decréscimo nos jogos de casino de rua iria “matar cavalos”. Numa convocatória às autoridades para ajudar os operadores de lojas de apostas , Ralph Topping de William Hill disse: “O que é que financia as corridas de galgos as corridas de cavalos? As apostas retalhistas. Se atingirmos essa área, bem podem pegar nas armas de atordoamento e começar a matar a população de cavalos”.

Ralph Topping falou de uma carta aberta de William Hill, Gala, Coral, Paddy Power e Betfred que estavam a responder às críticas do parlamento e do público em como os FOBT incentivam problemas com o jogo. Alegam que têm códigos de conduta de jogo responsável nas lojas e que a interacção dos empregados é a chave para o jogo responsável. A publicidade negativa dos meios de comunicação que focam as casas de apostas são prejudiciais para os fãs de corridas de cavalos, pois os seus pontos de apostas estão a ser transformados em ‘casinos de rua’.

A indústria de apostas tem de assumir alguma responsabilidade na promoção dos aspectos interessantes das corridas de cavalos. Ao longo dos últimos anos, viram nos FOBT uma fonte regular de lucro e trabalharam arduamente para promovê-los. Isto teve, sem dúvida, um impacto negativo nas corridas de cavalos. Tudo o que  a indústria tem que fazer é restringir as suas perdas nas trocas ao balcão, e ver como os lucros provêm dessas máquinas de “probabilidades fixas” autoexplicativa.

No entanto, há muito mais que pode ser feito para promover as corridas de cavalos. Embora tenha havido exposição negativa dos FOBT e dos jogos online, as corridas de cavalos são um desporto equestre popular que também foi popular em tempo passado. É capaz de ser o momento para a indústria de apostas se focar na promoção dos aspectos positivos das corridas de cavalos.

Categorias: Actualidade, Artigos