Lusitanos em destaque na final da Taça de Portugal de Dressage 2012

Lusitanos em destaque na final da Taça de Portugal de Dressage 2012

Texto: Ana Escoval

Os vencedores da Taça de portugal em 2012 são Maria Moura Caetano com Xiripiti e com Assalto no Grande Prémio e no nível Complementar, respectivamente; Miguel Ralão Duarte com Zaire no nível S. Georges; Jeanette Jenny com Baccarat e com Ciclone nos níveis Médio e Elementar, respectivamente; no nível Preliminar venceu João Moreira com Robin Plus, o único hanoveriano, entre os lusitanos que ficaram na 1ª posição. 47 Conjuntos disputaram as várias provas desta final perante uma plateia repleta que, no Domingo, se reuniu para aclamar os vencedores da Taça e também para saúdar os premiados do Mini Troféu de Dressage Póneis, que decorreu paralelamente.

A salientar, as boas médias alcançadas pela generalidade dos concorrentes, com vários conjuntos a pontuar acima ou muito próximo dos 70%. Foram os casos de Maria Moura Caetano com Xiripiti na Kur de Grande prémio (70,583%), de Miguel Ralão com Zaire na Kur da Intermediária I (70,375%), de Boaventura Freire com Furst Plus na M1 (70,152%), de Jeannette Jenny com Ciclone na E1 (70,260%) e na E2 (70,889%), de Tiago Albergaria com Dotango na P2 (71,3645) – a nota mais elevada alcançada por um Lusitano, e de João Moreira com Robin Plus na P1 (73,725%) e na P2 (73,030%) – que obteve as notas mais elevadas desta competição.Alguns cavaleiros e coudelarias sobressaíram nesta final, com muito bons resultados e uma forte presença em vários níveis, terminando em pleno a boa época realizada em 2012. Maria Moura Caetano, da PCI Internacional, vence a Taça de Portugal em Grande Prémio e na Complementar com os cavalos Xiripiti (PSL da Coud. Torres Vaz Freire) e Assalto (PSL da Coud. Monte Velho), respectivamente.

A cavaleira demonstrou a sua satisfação com o resultado obtido – “Estou muito contente com o facto de ter ganho com os dois e de eles terem vencido todas as provas ao longo dos 3 dias da final. Tenho muita esperança no Assalto, e estou satisfeita com esta vitória num nível tão disputado”. Relativamente à época de 2012, acrescentou que para a PCI Internacional “foi um ano muito positivo, com bons resultados e com a entrada de novos cavalos e cavaleiros para a organização”.Miguel Ralão Duarte / Zaire.

Miguel Ralão Duarte foi o cavaleiro que se apresentou com o maior número de montadas, em vários níveis, e venceu com Zaire (PSL da Coud. Pedro Passanha) no nível St. Georges/Intermediária. Alcançou também a 2ª posição com Arabesco, na Complementar, e a 3ª posição com Regalo e com a égua Dona Rica no Grande Prémio e em Preliminar, três cavalos lusitanos da Coud. Ferraz da Costa. Esta coudelaria apresentou ainda mais dois cavalos, Castiço e Distúrbio, montados por Ricardo Bicho.

Miguel Ralão não esconde a satisfação com os resultados obtidos por todos os cavalos – “consegui que os 4 estivessem nos 3 primeiros”. Com Zaire refere “é um gosto montá-lo e acho que está no bom caminho para ir para o Grande Prémio”; o Arabesco “foi bastante melhor aqui que no campeonato, mas falta-lhe ainda mais experiência de pista”; relativamente a Dona Rica “esteve lindamente, e depois de ter estado mais tensa no primeiro dia, hoje trabalhou como se estivesse em casa”. Jeannette Jenny / Baccarat.

A cavaleira Jeannette Jenny, venceu também com os dois cavalos com que disputou a Taça. Baccarat (PSL da Coud. Santa Margarida) no nível Médio, e Ciclone (PSL Criador: Sabine Rolfs) na prova Elementar. A cavaleira declarou estar “muito feliz” com a prestação dos dois cavalos, com que irá proseguir no próximo ano. Ciclone, que alcançou médias bastante elevadas neste fim-de-semana, é propriedade da Coudelaria Cunha e Costa que planeia apostar na carreira desportiva deste cavalo.A época fica também marcada com a prestação dos 6 conjuntos da coudelaria Dressage Plus, apresentados pelos cavaleiros Boaventura Freire e João Moreira, a competir nas provas Preliminar, Elementar e Média.

Há 10 anos a produzir cavalos lusitanos, cruzados português e hanoverianos na vertente desportiva, esta coudelaria estreou-se, em 2012, a concorrer tanto no Campeonato como na Taça de Portugal. Nesta época, conseguiu claramente comprovar a qualidade dos seus produtos, com os bons resultados obtidos, e elevou o nível competitivo em todos os níveis que disputou.Na Final da Taça, João Moreira com Robin Plus (Hann) venceu o nível Preliminar e alcançou a 3ª posição no nível Elementar com Fellow Plus (Hann), mesmo atrás do seu colega de equipa Boaventua Freire, com Sai Baba Plus (Hann), que alcançou também a 2ª posição na prova Média com Furst Plus (Hann) Vasco Freire, proprietáro da Dressage Plus, faz um balanço da época 2012 – “O ano foi positivo e cumprimos o objectivo que era os cavalos evoluirem. O nosso principal objectivo é que eles evoluam seguindo uma trajectória de acordo com as boas práticas da equitação. Se ganharem é fantástico, não entramos para perder, mas a preocupação é a sua evolução”. Para 2013, prevê a entrada de mais 6 novos produtos a disputar o Campeonato e a Taça, entre lusitanos, hanoverianos e 2 cruzado português.

A destacar também, a presença de 7 conjuntos originários da região autónoma dos Açores que deslocaram as suas montadas até ao continente para esta prova, e são eles: António Elias Pinheiro com Divagante da Pilar, na Preliminar; Sofia Melo com Lili (RHEIN), Rita Serpa com Capelo e Miguel Gonçalves com Sandro Star (Hann), na Elementar; Jessica Mota com Brilhante (PSL Coud. Santa Margarida) e Roberto Brasil com Bandarilha (PSL Coud. Pimentel Machado), na Média; e Sofia Costa com Asterix (PSL da Coud. Inácio Ramos) no nível Complementar.Este ano, nenhum dos elementos da representação açoreana chegou ao pódio da final, tal como tinha acontecido em 2011 com Rita Serpa e Capelo (PSL da Coud. Faial) quando venceram o nível Preliminar. Este conjunto alcançou o pódio na E1, na sexta-feira com a média de 68,125%.

Para além dos prémios monetários e medalhas da FEP, algumas das marcas que apoiaram a realização da Final da Taça ofereceram vários prémios aos concorrentes e foram também atribuídos os prémios de mérito da Dressage First. – “Mundo da Equitação”: oferta de 1 manta ao 1º classificado de cada nível, incluindo o Mini Trofeu de Póneis; – “Monte Velho”: Taça e faixa Melhor Lusitano; Ciclone – “Intacol”: Taça e Voucher (ração)  para o 1º classificado de cada nivel; – Galibel: prémio melhor amazona; Jeannette Jenny – Dressage1st: prémio melhor cavaleiro; João Moreira – Dressage1st: Pins distinção de boas performances durante 2012, a João Moreira e Boaventura Freire;Claudia Matos, presidente do jurí desta competíção, faz um balanço muito positivo desta Final, e também da época de 2012. A juíza realça a “fantástica” organização desta final que acredita, irá “elevar o standard de organização deste tipo de provas”. Acrescenta ainda que “houve um aumento de competitividade em todos os escalões, que torna a competição mais interessante para os juízes e para os cavaleiros”. Refere também que “há um aumento da atenção que é dada à dressage em Portugal. Há mais criadores a apostar na dressage, mais cavaleiros a competir e mais cavaleiros nos níveis formação” .

Um dos momentos mais emotivos deste fim-de-semana foi a homenagem de fim de carreira do Coronel Neves Veloso, uma figura relevante do ensino em Portugal, que julgou oficialmente pela última vez nesta Final da Taça de Portugal. Rodeado pela família, amigos e por tantos atletas que ajudou a formar e que acompanhou ao longo da sua carreira equestre, o Coronel pediu desculpa por todos os enganos que possa ter cometido durante a sua carreira de juíz, enquanto foram recordados vários momentos e episódios da sua vida ligada às diferentes vertentes da equitação.

Foi patente, e referida por muitos dos concorrentes, a qualidade na organização desta final, levada a cabo pela equipa da Dressage First, orientada por Frederico Pintéus. A publicação atempada e rigorosa dos resultados, a boa qualidade da música e ambiente, a decoração e a animação programada para as entregas de prémios, proporcionaram mais uma vez a todos os concorrentes e ao público presente uma estadia muito agradável no centro hípico da Quinta da Beloura.Coronel Neves Veloso.

Vencedores Big Tour – Grande Prémio1º – Maria Moura Caetano com Xiripiti – 12 pts2º – Raquel Falcão com Real (PSL Coud. Guilherme Borba) – 5 pts3º – Miguel Ralão Duarte com Regalo – 4 pts

Vencedores Small Tour – St. Georges / Intermediária1º – Miguel Ralão Duarte com Zaire – 34 pts2º – Filipa Carneiro com Treinado (PSL Coud. Xavier de Lima)– 32 pts3º – Manuel Borba Veiga com Altivo da Brôa (PSL Coud. Manuel Veiga) – 24 pts

Vencedores niv. Complementar1º – Maria Moura Caetano com Assalto – 21 pts2º – Miguel Ralão com Arabesco – 15 pts3º – Ricardo Ramalho com Despinio (Hann) – 11 pts

Vencedores niv. Médio1º – Jeannette Jenny com Baccarat – 17 pts2º – Boaventura Freire com Furst Plus – 16 pts3º – Gonçalo Carvalho com Bariloche (PSL Coud. João Pedro Rodrigues) – 14 pts

Vencedores niv. Elementar1º – Jeannette Jenny com Ciclone – 30 pts2º – Boaventura Freire com Sai Baba Plus – 27 pts3º – João Moreira com Fellow Plus – 25 pts

Vencedores niv. Preliminar1º – João Moreira com Robin Plus – 29 pts2º – Tiago Albergaria com Dotango (PSL Coud. Entre o Tejo e o Sorraia) – 26 pts3º – Miguel Ralão Duarte com Dona Rica – 23 pts

Categorias: Artigos, Dressage