Final da Taça de Portugal de Dressage 2014

Final da Taça de Portugal de Dressage 2014

Texto e fotos de Cátia Castro

De 12 a 14 de Dezembro disputou-se a final da Taça de Portugal de Dressage, bem como a final do Troféu Dressage em Póneis, no Centro Hípico da Beloura. Não obstante a chuva ter estado presente nos dois primeiros dias de concursos, o último dia foi brindado com sol que ajudou à festa de todos os participantes e presentes. 
O anfitrião do evento na Beloura, Dr. Frederico Pinteús, faz um balanço da Final da Taça de Portugal de Dressage referindo que à semelhança do ano anterior o número de participantes foi reduzido, com 35 cavaleiros no total dos 6 graus.

No panorama da Taça infelizmente não apareceram muitos cavaleiros estreantes. Nas provas P, E e C assistiram-se a algumas boas prestações que ultrapassaram os 70%. A energia positiva e o espirito desportivo que normalmente se faz sentir nas provas que se organizam na Beloura foi um pouco prejudicado por algum mau estar manifestado pelos concorrentes, relativamente à forma de pontuação de acesso à Final, e à interpretação do Regulamento Nacional de Dressage (refira-se o anexo B, ponto 2 e 3). Torna-se necessário melhorar o regulamento em questão, tornando-o mais transparente e inequívoco.As provas decorreram com normalidade, pontualidade e rigor conforme outros anos, contudo não foi certamente o melhor ano. Nas provas, Nuno Chaves de Almeida com “Forlady Plus”, venceram os graus Preliminar, Elementar e Complementar. Salientando-se a P3 deste conjunto com 75,320% no último dia.

Duarte Nogueira venceu o 1º lugar com “Douro” (Alter Real) no Grau Médio e também o 1º lugar com “Beirão” (Alter Real) na Small Tour. O responsável pela Coudelaria de Alter Real, Eng. Francisco Beja refere que “a Coudelaria de Alter faz um balanço muito positivo desta época desportiva. Estes resultados não são referentes a uma pessoa – Duarte Nogueira, dizem respeito a uma equipa e espelha a dedicação e profissionalismo com que os demais colaboradores da Coudelaria de Alter desempenham as suas funções no dia-a-dia.

A Final da Beloura, foi interessante e competitiva, apesar de nas Stº George e no caso do Beirão, seria difícil perder o título, já nas provas Médias o Douro não o tinha assegurado e tinha de ganhar pelo menos dois dias de prova, que foi o que veio a acontecer. A Coudelaria de Alter não só tem estes cavalos (Douro e Beirão) em competição, possui outros como o Aljustrel, Coronel e Fevereiro (e outros que ainda não debutaram) e pretende já no próximo ano alargar horizontes competitivos com deslocações a provas internacionais.”

A destacar também, a presença de dois conjuntos originários de S. Miguel nos Açores, que deslocaram as suas montadas até ao continente para disputar esta prova, e são eles: Jessica Ataíde Mota (Brilhante) que terminou a Complementar na nona posição e Julian Carreiro (Flash) que disputou o nível Preliminar e ficou na quarta posição. Na Big Tour venceu Raquel Falcão com “Real”, ficando em 2º lugar Filipa Carneiro com “Treinado”.

Na Final do Troféu de Dressage em Póneis 2014, participaram 69 conjuntos, em representação de 8 equipas: CHCE Dressage Póneis, Cardiga Dressage Póneis; Centro Hípico da Ilha Terceira, Picadeiro Quinta São José, Os Lusitanos, Centro Equestre da Lezíria Grande, Criar-T e Escola Agrária de Santarém. Na Beloura foram disputadas 138 provas dos escalões de Infantis, Iniciados e Juvenis.  No escalão de Infantis em 1º lugar ficou Rita Carrasquinha e “XS” (61 pontos); no escalão de Iniciados, em 1º ficou Francisca Castro Monteiro e “Maestoso” (74 pontos); no escalão de Juvenis em 1º lugar Carolina Gonçalinho e “Apache” (61 pontos); por Equipas em 1º lugar ficou o Centro Hípico Costa do Estoril Dressage Póneis (195 pontos), em 2º Cardiga Dressage Póneis (180 pontos), 3º Centro Hípico da Ilha Terceira (109 pontos).Estiveram presentes concorrentes da Ilha Terceira (Classificação Regional dos Açores) que, apesar de este ano não terem chegado à final com os mesmos números de pontos dos restantes concorrentes, pois apenas tinham feito uma jornada, tiveram magníficas prestações, donde se destacam as provas de Benedita Gonçalves com “Canoa” e Filipa Machado com “Estrelinha”, estas no escalão de Infantis. Bárbara Brasil com “Maestoso Amena” e Sara Martins com “Branquinha” destacaram-se no escalão de Iniciados.

Dr. Frederico Pintéus falou ao Equisport também sobre este evento, referindo que estes foi o terceiro ano deste projecto, sendo que ao longo do ano o nº de participações aumentou de forma totalmente inesperada, pois o troféu conta hoje com cerca de 90 concorrentes. O número de cavaleiros e equipas na final aumentou exponencialmente. O ano passado tivemos 4 equipas e 42 concorrentes, este ano tivemos 8 equipas e 70 concorrentes distribuídos por 3 escalões (Infantis dos 6 aos 9 anos; Iniciados dos 9 aos 12 anos e Juvenis dos 13 aos 15 anos de idade).

O público aderiu em força, as bancadas da Beloura estavam esgotadas, para ver prestações destes jovens cavaleiros.  Esta Final contou com o apoio do Plano Nacional de Ética para o Desporto, cujo coordenador estava presente, o Sr. Dr. José Carlos Lima, tendo todos os concorrentes feito um juramento pela Ética Desportiva.

Apoiaram este Troféu: Dressage First, Caetano Motors, O Mundo da Equitação, Intacol e a Associação de Criadores do Cavalo Sorraia.  Uma vertente importante desta iniciativa é ajudar à divulgação e utilização do Cavalo Sorraia e do Pónei da Ilha Terceira, face à sua funcionalidade e adequação para este tipo de provas e escalão etário dos cavaleiros.

Na cerimónia de entrega de prémios, ocorreu um momento que deixou todos sensibilizados, uma concorrente com 8 anos de idade, que se encontrava em 4º lugar antes da Final, não pode participar na Beloura devido a ter sido hospitalizada, mas fez questão de comparecer e se juntar aos demais concorrentes, tendo recebido uma grande ovação de todos e os votos de uma rápida recuperação. Nesta cerimónia  procedeu-se à entrega dos laços e medalhas aos Campeões Nacionais de Para-Dressage, que não tinham sido entregues no Campeonato em Ponte de Lima.Após a cerimónia de entrega de prémios, teve lugar um jantar na Academia Equestre João Cardiga, para o encerramento oficial do ano desportivo.

Chegou, assim, ao fim a 3ª temporada deste Troféu de Dressage em Póneis, todavia a temporada de 2015 já está organizada, existindo já um calendário e tendo sido efectuadas alterações ao Regulamento, essencialmente ao nível do desenho das reprises e da consideração dos resultados das Jornadas Regionais, para que independentemente do ponto do país em que cada equipa se encontra, ou concorrente se encontre, todos possam aceder à final em plena igualdade de circunstâncias.

Categorias: Artigos, Dressage