Rio 2016: Oleksander Onyshchenko acusado de corrupção nas vésperas das Olimpíadas

Rio 2016: Oleksander Onyshchenko acusado de corrupção nas vésperas das Olimpíadas

O bilionário e ex-deputado ucraniano Oleksander Onyshchenko, acusado recentemente pela justiça do seu país, de corrupção,

alterou a propriedade dos seus cinco cavalos que estão inscritos em representação da Ucrânia nos Jogos Olímpicos do Rio.

O registo de propriedade de 4 dos 5 cavalos da equipa passou para o nome do negociante de cavalos alemão, Paul Schockemöhle com a excepção de Chadino que foi registado em nome de Jasmine Busson.

Como o regulamento da FEI, obriga a que pelo menos um dos proprietários de cada cavalo deve ter a nacionalidade ucraniana para que o mesmo possa representar o país nas Olimpíadas, discretamente entre 27 de Junho e 11 de Julho os cavalos passaram a ser co-propriedade dos respectivos cavaleiros nos registos da Federação Equestre Internacional, garantindo assim a participação da Ucrânia nos J.O. do Rio de
Janeiro.

A equipa ucraniana será composta por:

PRINCE DE LA MARE

Cavaleiro:  Ulrich Kirchhoff

Proprietários: Ulrich Kirchhoff & Paul Schockemöhle

 

FINE FLEUR DU MARAIS

Cavaleiro: Cássio Rivetti

Proprietários: Cássio Rivetti & Paul Schockemöhle

 

ZIPPER

Cavaleiro: René Tebbel

Proprietários: René Tebbel & Paul Schockemöhle

 

CHADINO

Cavaleiro: Ferenx Szentirmai

Proprietários: Ferenx Szentirmai & Busson Jasmine

 

CHACCLAND  (reserva)

Cavaleiro: Ferenx Szentirmai

Proprietários: Ferenx Szentirmai & Paul Schockemöhle

Tags: corrupção