Fatacil 2017: Clémence Faivre estreia-se em Portugal (VÍDEO)

Fatacil 2017: Clémence Faivre estreia-se em Portugal (VÍDEO)

A 38ª edição da Fatacil, maior feira generalista do Algarve e uma das maiores do país, está marcada para o período entre 18 e 27 de agosto. Durante estes 10 dias, o Parque Municipal de Feiras e Exposições da cidade de Lagoa é o ponto de encontro para muitas dezenas de milhares de visitantes, atraídos pela diversidade garantida por cerca de 700 expositores que ocupam uma área com cerca de 50 mil metros quadrados.

Tal como nas edições anteriores os motivos para uma visita não se esgotam nos concertos do Palco Principal. O Setor Equestre, coordenado mais uma vez por Emídio Paias, tornou-se referência nacional e internacional e vai fazer justiça a esse estatuto. A Fatacil Equestre apresenta este ano em estreia absoluta no nosso país o espetáculo de Clémence Faivre, amazona francesa nascida em 1981 e criadora de cavalos Lusitanos.

Natural da região de Gouvieux, a norte de Paris, Clémence Faivre teve o primeiro cavalo aos 12 anos, oferecido pelo pai. A paixão pelos cavalos e pelo cinema levou-a a frequentar a Cours Florent, uma escola de teatro com sede em Paris, onde aprendeu a arte de representar e conheceu Mário Luraschi, duplo italiano especialista na arte da equitação ligada ao cinema.

As influências de Luraschi levaram Faivre tornar-se duplo de cinema – os/as responsáveis por dobrar atores/atrizes nas cenas de ação –, com participação em diversos filmes.

Em 2007, já estabelecida na Andaluzia, a francesa especializa-se na técnica de ‘dressage’, trabalhando diretamente com Rafael Soto, medalhado olímpico. Participa então em diversos espetáculos com Don Álvaro Domecq, o fundador da Escola Real Andaluza de Arte Equestre. Três anos depois, começa a trabalhar com o cavalo Gotan, criando um ‘show’ que apaixonou milhares de espectadores. Os especialistas sublinham que nunca antes houve um espetáculo onde fosse tão evidente a cumplicidade entre amazona e cavalo.

Muito solicitada, participa em inúmeros ‘shows’ e em 2015 cumpre outro sonho: estabelece-se como criadora de Cavalo Lusitano na sua quinta localizada em Sanlucar de Barrameda, província de Cadiz. É aí que desenvolve a criação de cavalos e dá aulas de equitação – Master Class.

Na Fatacil, onde atua nos dias 23, 26 e 27, Clémence Faivre vai apresentar o espetáculo ‘Gotan’, oferecendo aos visitantes o ‘show’ que a tornou numa das referências da equitação internacional. Destaque ainda para a presença de Francisco Cancella de Abreu, que vai mostrar as fases de treino de um cavalo, e o espetáculo ‘PatrimóniUs’, concebido especialmente para esta edição da Fatacil e que vai juntar o Fado, o cavalo lusitano e o Cante Alentejano.

Artesanato, Gastronomia e um cartaz de concertos com artistas de top nacional enquadram os expositores de outras atividades cruciais para a economia, como a Agricultura, o Comércio e a Indústria. O programa do Palco Principal da feira abre com Agir (dia 18), engloba bandas como os GNR (dia 21), Xutos e Pontapés (dia 25), D.A.M.A (dia 27) ou a dupla Carminho/Tiago Bettencourt (dia 24), que apresenta um ‘show’ preparado especialmente para a Fatacil. Richie Campbell (dia 19), João Pedro Pais (dia 20), Dengaz (dia 22), Quim Barreiros (dia 23) e o maior cantor angolano, Matias Damásio (dia 26), completam alinhamento aliciante e muito abrangente.

À gastronomia, variada e onde não falta espaço para as opções vegetarianas, aos momentos de animação de rua, junta-se a visita obrigatória ao espaço “Amar a Terra”, sob a responsabilidade da Direção Regional de Agricultura e Pescas do Algarve (DRAP). É neste espaço que podemos encontrar os produtos típicos da região como o vinho, o mel, os doces regionais, os enchidos, o figo, a amêndoa, a alfarroba, os citrinos, o artesanato, entre muitos outros.

O setor agro-pecuário – muito apreciado também pela oportunidade que os mais novos têm para estar próximo dos animais – dá especial destaque aos criadores de todo o Algarve e, além da mostra de raças nacionais e algarvias, propõe o concurso nacional de ovelha churra algarvia, bem como uma atenção especial ao cão do Barrocal. O artesanato é outra mais-valia da Fatacil, oferecendo aos visitantes a oportunidade para apreciar o trabalho, sempre minucioso e único, dos artesãos.

A Fatacil não aumentou o preço dos ingressos (3,5 euros/dia; 12,5 euros/dia para uma família de 4 pessoas; 20 euros para os dez dias) e reforçou a capacidade de estacionamento em cerca de 1000 viaturas. A feira conta com um novo parque, junto aos supermercados Aldi e Apolónia, elevando para sete o número de parques e a capacidade total para cerca de 4000 viaturas. Todos estão próximos do recinto, que está situado em localização privilegiada no centro litoral do Algarve, a menos de mil metros da Via do Infante. O horário é adequado ao momento do calendário, ou seja, ao facto de estarmos em pleno Verão. Abre às 18h00 e encerra às 01h00, período de 7 horas que é naturalmente reforçado pelo concerto no Palco Principal.

Tags: Fatacil 2017