Equitação à Portuguesa candidata a Património Imaterial da Humanidade

Equitação à Portuguesa candidata a Património Imaterial da Humanidade

Foi esta terça-feira, 19 de Setembro, assinado um protocolo entre a Câmara Municipal da Golegã, Associação Portuguesa de Criadores do Cavalo Puro Sangue Lusitano e a Parques Sintra (Escola Portuguesa de Arte Equestre), um protocolo de trabalho, tendo em vista a apresentação formal da candidatura da Equitação à Portuguesa a Património Imaterial da Humanidade da Unesco.

A assinatura do protocolo decorreu na Biblioteca de Arte Equestre D. Diogo de Bragança, no Palácio Nacional de Queluz (Sintra), pelos representantes das entidades oficiais, Engº Rui Medinas, Dr. Manuel Baptista e Eng. Manuel Paim (na foto).

De recordar que a equitação francesa tradicional nomeadamente o Cadre Noir de Saumur (2011), assim como a monte clássica e a Alta Escola Espanhola de Viena – Áustria (2015), já foram reconhecidas pela Unesco como “herança cultural imaterial da humanidade”.

Categorias: Notícias, Sociedade