CSIO3* Lisboa: Francês Harold Boisset conquista o Grande Prémio Audi; António Matos Almeida eleito o melhor cavaleiro português

CSIO3* Lisboa: Francês Harold Boisset conquista o Grande Prémio Audi; António Matos Almeida eleito o melhor cavaleiro português

Harold Boisset / Quolita Z. Fotos (c) Nuno Pragana/Imagemedia

O CSIO de Lisboa terminou este domingo com o triunfo de Harold Boisset montando Quolita Z no Grande Prémio Audi, a prova rainha do 97º Concurso Internacional de Saltos de Lisboa (CSIO), que decorreu desde quinta-feira na Sociedade Hípica Portuguesa.

Dos 58 conjuntos que entraram em pista, 14 ficaram apurados para a segunda mão da prova. Entraram em pista doze portugueses e foi Luís Sabino Gonçalves, António Matos Almeida e Hugo Carvalho que conseguiram terminar a primeira mão com zero pontos, garantindo presença na segunda mão. Duarte Seabra, Hugo Tavares, Norbert Ell e João Chuva terminaram a prova com 4 pontos não conseguindo ir à 2ª mão.

Harold Boisset foi o último conjunto a entrar na segunda mão e cumpriu a tradição de “os últimos são os primeiros”, saindo vitorioso num tempo imbatível de 42,06s. Quando questionado sobre o CSIO de Lisboa, o cavaleiro confidenciou que “a prova parecia muito difícil, mas saiu-me bem.  A organização, é fantástica! Gostei do ambiente do concurso e o facto da Taça das Nações ter uma mão durante o dia e outra à noite faz com que seja único e especial.” No pódio seguiu-se o cavaleiro Italiano Filippo Codecasa, montando Go High della Bassanella que também acabaram com um duplo sem faltas num tempo de 44,30s. A fechar o pódio ficou o cavaleiro Francês Olivier Robert com Eros.

Os Portugueses António Matos Almeida e Luís Sabino Gonçalves penalizaram 4 pontos na segunda mão e ficaram em 6º e 8º, respectivamente. Já Hugo Carvalho penalizou 8 pontos na segunda mão, mas com um tempo rapidíssimo permitindo-o chegar ao 9º lugar.

Na primeira prova da última jornada do CSIO, o Irlandês Michael Pender, com Laith, sagrou-se vencedor, com um percurso na segunda fase em 25,80 segundos e sem penalizações. O Espanhol Diego Perez Bilbao, com Quinty du Buisson terminaram segundo e em terceiro o Belga Jos Verlooy.

Os Portugueses João Chuva e António Matos Almeida alcançaram o 4º lugar e 5º lugar respectivamente. Classificaram-se ainda Rodrigo Giesteira de Almeida e Marina Frutuoso de Mello ex-aequo em 8º lugar com Elud e Cantano, respectivamente, e ainda em 10º lugar Francisca Vaz Guedes.

António Matos Almeida / Epicor da Gandarinha

 

 

Jos Verlooy foi eleito o melhor cavaleiro do CSIO Lisboa 2017, enquanto António Matos Almeida ganhou a distinção para melhor atleta Português do evento e o seu cavalo Epicor da Gandarinha foi considerado o melhor cavalo nascido em Portugal do certame.

 

Resultados – Grande Prémio AQUI

Resultados completos