Aveiro marcou o inicio da temporada desportiva na disciplina de CSO

Aveiro marcou o inicio da temporada desportiva na disciplina de CSO

Rúben Carvalho / Anika Wetts

Renovando a já famosa “Riatour”, a Green Horse colocou alta a fasquia da organização de concursos.

A preocupação em garantir excelentes condições para os cavalos e cavaleiros foi uma constante. Um novo campo de aquecimento com melhores condições foi a melhoria mais notória, mas não a única, pois a distribuição de lojas da especialidade em redor do campo de obstáculos e a nova disposição da bancada com agradável serviço de bar/restaurante proporcionaram um entorno mais “colorido” e confortável para o publico que compareceu e que não foi esquecido.

Realizaram-se provas de tipo variado e outras atividades para garantir uma animação constante, nomeadamente uma divertida “Ride & Drive” noturna, em que os cavaleiros faziam parte do percurso a cavalo e outra parte de bicicleta e a animadas corridas de poneys montados por decididos Jockeys de palmo e meio.

No que toca a competição em si, estiveram presentes vários cavaleiros de renome, dos quais se destacam o Olimpico Vozone, o Campeão Nacional Matos de Almeida e outros habitués das entregas de prémios dos concursos de nível realizados no nosso País, como por exemplo Hugo Carvalho, que elevaram como de costume a competitividade das provas.

Miguel Paiva com o seu cavalo de confiança, Normandy des Ifs, impos o ritmo mais elevado no desempate do Pequeno Grande Prémio, que lhe garantiu o triunfo, seguido de António Vozone e António Matos Almeida.

miguelpaiva-foto-marisasusano
Miguel Paiva / Normandy des Ifs. Foto (c) Marisa Suzano

A prova mais importante, o Grande Prémio, foi disputada em duas mãos, sob um percurso inicial tecnicamente exigente desenhado por José Santos, um jovem chefe de pista que cada vez mais se impõe no panorama Nacional.

Das mais de duas dezenas de participantes, apenas cinco conjuntos lograram “limpar” o percurso inicial. Um deles foi Barbara Vasconcelos com Rob Roy do Peguiñon, Campeã Nacionais de Jovens Cavaleiros em titulo, apresentou-se com a determinação e eficácia que lhe é própria, augurando mais uma temporada repleta de êxitos.

Nuno Martins foi quem se destacou, conseguindo apurar os seus três cavalos para a segunda mão.

O primeiro dos oito cavaleiros a realizar um duplo “sem faltas” foi Antonio Vozone, com uma nova montada de qualidade, mas inexperiente, realizou um percurso cauteloso, que lhe veio a assegurar o segundo lugar.

Nuno Martins, com três “trunfos”, não desperdiçou a oportunidade e realizou uma segunda mão muito rápida montado o poderoso Querouef de Blondel que o colocou a frente da classificação provisória.

Miguel Paiva, com o percurso mais rápido da primeira mão, teve a vantagem de entrar em ultimo e mostrou-se decidido a tentar bater o tempo, não tendo sido bem-sucedido, classificando-se em sétimo lugar.

Ivo carvalho, a jogar em casa, trazia quatro pontos da primeira mão e conseguiu obter o terceiro lugar, seguido de Nuno Martins que além de ter sido o grande vencedor da prova, conseguiu colocar os seus outros dois cavalos em quarto e quinto lugares da classificação.

Ruben Carvalho, fechou a classificação em oitavo lugar.

Nas provas mais pequenas vimos muitas jovens caras, novas nestas lides, o que reforça a esperança que o futuro e evolução do hipismo está assegurado.

youth-riatour                                       Anna Lindberg

As instalações deste concurso permaneceram montadas e disponíveis, tendo vários cavaleiros optado por permanecer com os cavalos instalados no recinto. Essa é a prova que as condições são boas tanto para a competição como para o treino e trabalho diário dos cavalos durante as próximas quatro semanas deste “Tour” na Região Centro.

Adenda: Lamentamos a impossibilidade de aceder aos resultados completos com facilidade para complementar esta notícia.